Colunas

ColunasFoco na TV

Segredo revelado: saiba por que Hebe Camargo nunca foi contratada pela Globo

Hebe fez história na televisão brasileira, mesmo fora da Globo. (Foto: Divulgação)
Hebe fez história na televisão brasileira, mesmo fora da Globo. (Foto: Divulgação)

Considerada a maior apresentadora da história da TV brasileira, Hebe nunca assinou contrato com a Globo; saiba o verdadeiro motivo

Hebe Camargo fez história na televisão brasileira. Considerada a Dama da TV, a apresentadora se consagrou pelo seu engajamento em causas sociais, talento comunicativo, além do bom relacionamento com colegas, que a tornava uma figura amada por todos, e que deixou extremas saudades após a sua morte, em 2012.

Em setembro deste ano, chegou aos cinemas um novo longa, coproduzido pela Globo Filmes, que conta a história de Hebe. A Globo, então, surpreendeu ao anunciar que também transformará a história da apresentadora em minissérie, e que exibirá a trama na TV.

+ Revolta, dispensas e interferências da igreja: o tumultuado ambiente dos autores de novelas na Record

Ontem (13), a minissérie, intitulada Hebe, já entrou no catálogo do Globoplay, serviço de streaming da Globo, e terá conteúdo inédito. Enquanto o filme se concentra na carreira da apresentadora nos anos 80, a minissérie acompanhará a trajetória de Hebe desde a infância.

Estrelada por Andrea Beltrão, que dá vida à Hebe, e com outras estrelas no elenco como Marco Ricca, Caio Horowicz, Camila Morgado, Heitor Goldflus, Gabriel Braga Nunes e Daniel Boa Ventura — na pele de Silvio Santos, que foi patrão e amigo pessoal de Hebe — , a minissérie tem estreia prevista na TV para o dia 6 de janeiro de 2020.

Veja também

Andrea Beltrão interpreta Hebe em filme e minissérie da Globo. (Foto: Divulgação)
Andrea Beltrão interpreta Hebe em filme e minissérie da Globo. (Foto: Divulgação)

A produção servirá como uma espécie de homenagem da Globo à Hebe. Porém, chama atenção a emissora carioca realizar um trabalho especial como esse, mesmo diante do fato da apresentadora nunca ter sido contratada pelo canal em toda a sua carreira.

Hebe teve passagens por emissoras como a TV Tupi (onde chegou a comandar o primeiro programa da história da televisão brasileira, o TV na Taba), Record, SBT e RedeTV!, mas nunca teve vínculo com a Globo. A apresentadora até chegou a aparecer na emissora carioca em algumas ocasiões, mas apenas como convidada especial de programas e através da programação da Record, que era comprada pela Globo. Em 2010, por exemplo, a estrela recebeu o Troféu Mário Lago no Domingão do Faustão, sendo a única apresentadora fora da emissora carioca a ganhar essa homenagem até hoje.

+ Em 2006, Globo apela e escandaliza público com Ana Paula Arósio nua e relato sexual de mulher em novela

Nos últimos anos, tornou-se cada vez mais raro a contratação de estrelas da concorrência feita pela Globo, especialmente de apresentadores. Porém, em outras épocas, especialmente sob a liderança do diretor José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, negócios desse tipo eram bastante comuns. Faustão e Luciano Huck, por exemplo, se transferiram para a Globo após se destacarem na Band, além de Xuxa, que foi revelada pela extinta TV Manchete, e Ana Maria Braga, que surgiu na Record.

+ Ninguém quer? Por que o BBB com famosos pode se tornar um dos maiores fiascos da Globo

Isso só aumenta o mistério e a inconformidade de muitos fãs em torno da não contratação de Hebe, mesmo quando a estrela estava no auge em outros canais. Pelo poder e liderança da Globo, a apresentadora poderia facilmente ter se transferido para a emissora carioca e talvez alcançado um êxito ainda maior na TV. Por muito tempo houve a dúvida: afinal, por que uma das melhores e mais relevantes estrelas da história da televisão brasileira nunca foi contratada pela Globo?

Boni foi diretor da Globo. (Foto: Divulgação)
Boni foi diretor da Globo. (Foto: Divulgação)

A revelação veio apenas em 2016, e foi feita justamente por Boni. Em entrevista ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, o antigo executivo da Globo surpreendeu, e contou que, apesar de já ter havido interesse, Hebe nunca teve vínculo com a emissora em virtude do seu gênio forte.

“Exatamente pela personalidade da Hebe, de dizer aquilo que ela gostava de dizer. Pela dificuldade de controlar a Hebe, ela nunca foi para TV Globo”, disse.

+ Por que Éramos Seis fracassa na Globo e ainda não repete sucesso da versão do SBT?

Boni ainda fez uma comparação com a saudosa Dercy Gonçalves, outra estrela da televisão, e que ficou conhecida pela sua falta de filtros na televisão. O ex-diretor afirmou que, na TV, era mais fácil controlar Dercy do que Hebe, que não abria mão de fazer programas ao vivo, mas ainda assim, teve problemas.

“Hebe queria fazer o programa dela ao vivo, a Dercy aceitava gravar. E a Dercy teve que sair da TV Globo porque gravava 50 minutos e sobrava 15, depois dos cortes”, afirmou.

+ Éramos Seis, Carrossel ou Chiquititas? Descubra qual é a melhor novela da história do SBT

Um fato curioso é que no filme sobre Hebe, há uma cena em que a apresentadora diz que jamais trabalharia na Globo, temendo justamente ser censurada pela emissora. Não se sabe a veracidade dessa fala, mas pode ser um indício de que a estrela realmente não aceitava ser controlada, e que por isso dificultou um acordo com a Globo e seguiu uma das mais belas e grandiosas trajetórias da televisão sem ter dependido da maior emissora do país.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários