Chocante!

“Estava dentro de uma padaria”: Severiano paralisa JH às pressas e perde o chão ao confirmar morte na Globo


Severiano paralisa JH e perde o chão ao confirmar morte na Globo (Reprodução/MontagemGlobo/Canva)

Severiano choca telespectadores ao confirmar morte durante o JH, na Globo

O âncora Severiano paralisou o Jornal Hoje às pressas neste último sábado (20) e perdeu o chão ao confirmar morte trágica durante o telejornal da Globo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

“Uma mulher morreu com um tiro na cabeça em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Isso perto de um local onde houve um confronto entre policiais e traficantes. Ela estava dentro de uma padaria”, informou o jornalista.

Dessa maneira, segundo informações do G1, a vítima foi identificado como Rosimely Ximenes de Mesquita Martins, de 55 anos.

Portanto, a mesma estava na padaria da família, do bairro Jockey Clube, quando foi atingida na cabeça durante um tiroteio entre traficantes.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Ela chegou a ser socorrida pelo filho, Luis Felipe, e levada para o Hospital Estadual Alberto Torres. Em estado gravíssimo, não resistiu aos ferimentos.

Veja também

Rosimely era natural do Ceará, mas morava no RJ há mais de 30 anos. Ela deixa marido, 3 filhos e 4 netos.

Contudo, a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo informou que está fazendo buscas para tentar identificar o autor do disparo.

Sendo Assim, Rosimely foi atingida por um tiro de pistola, e os policiais estavam com fuzis.

A Corregedoria da Polícia Militar abriu investigação e recolheu as câmeras corporais dos policiais que estavam na região para análise das imagens.

Em paralelo, a Corregedoria Geral da Polícia Militar instaurou um procedimento apuratório.

Desse modo, o corpo de Rosimely foi sepultado na tarde deste sábado, 20, no Cemitério Memorial Parque de Nycteroy, no Laranjal, em São Gonçalo.

Quantas pessoas morrem por bala perdida no Brasil?

Um levantamento inédito realizado pelo Instituto Fogo Cruzado mostrou que em pouco mais de seis anos, entre julho de 2016 e novembro de 2022, mil pessoas morreram ou foram feridas em consequência de balas perdidas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Em 2022, ano em que foi atingida a marca de mil vítimas, foram 20 mortos e 62 feridos. De acordo com os dados, o pior ano da série histórica foi em 2018, quando 252 pessoas vítimas de balas perdidas (47 óbitos e 205 feridas). 

Reportagem do Jornal Hoje (Reprodução/Globo)
Reportagem do Jornal Hoje (Reprodução/Globo)
Fotos da vítima Rosimely, de 55 anos (Reprodução/Montagem/G1/IG)
Fotos da vítima Rosimely, de 55 anos (Reprodução/Montagem/G1/IG)
Padaria de São Gonçalo, local do ocorrido (Reprodução/IG)
Padaria de São Gonçalo, local do ocorrido (Reprodução/IG)

🚨 Davi assume uso de dinheiro doado ao RS + Globo crava desfecho do campeão + Dona Déa é DETONADA         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Cursando Jornalismo e completamente apaixonada por comunicação social e entretenimento. Antenada nas redes sociais e acompanhando as vidas movimentadas das celebridades. Fanática pelas divas do pop e extremamente cinéfila, sou a pessoa que passa horas vendo filmes e está sempre procurando séries novas. Meu objetivo é ser o mais clara possível e espalhar todas as fofocas.