Sikêra Jr

Sikêra Jr surta, humilha famosa e é condenado a pagar milhares: ‘Desgraçada’

Sikêra Jr. posa no estúdio do Alerta Nacional (foto: Reprodução/RedeTV!)
Sikêra Jr. posa no estúdio do Alerta Nacional (foto: Reprodução/RedeTV!)

Comandando um programa diário na RedeTV!, o apresentador Sikêra Jr foi condenado a indenizar modelo por uso indevido de imagem

Apresentador do programa policialesco Alerta Nacional na RedeTV!, Sikêra Jr se popularizou por seu estilo alarmista e postura conservadora sendo, não raro, criticado por suas falas controversas. Não demorou muito e o comunicador foi alçado ao posto de um dos jornalistas preferidos pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, sendo, inclusive, chamado de “o apresentador dos Bolsonaros”.

Suas falas excessivas, no entanto, não agradam a todos, sobretudo em temas delicados. Recentemente, por exemplo, Sikêra Jr foi condenado pela Justiça a indenizar em R$ 30 mil a modelo transexual Viviany Beleboni, que ganhou fama em todo o país após fazer um ato político durante a Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) de São Paulo em 2015.

+Após escândalo com Neymar, Tiago Ramos expõe parte grande, grossa e veiuda e causa alvoroço: ‘Multiplica’

+Gracyanne Barbosa é internada, submetida à cirurgia e verdade sobre saúde é escancarada: ‘Operou’

Naquela ocasião, Viviany Beleboni chocou e virou assunto nacional após vir representada de Jesus Cristo, pregada na cruz, em uma encenação crítica à morte da população LGBT no Brasil. O ato despertou a fúria dos conservadores da extrema direita.

SIKÊRA JR É CONDENADO A INDENIZAR MODELO

O fato é que o apresentador da RedeTV! fez uso indevido da imagem da modelo ao tratar de um crime cometido por um casal de mulheres lésbicas. Ao comentar o caso, ele chegou a dizer que isto é um “lixo”, uma “bosta”, uma “raça desgraçada”.

De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, veículo que revelou a condenação sofrida por Sikêra Jr, o comunicador da RedeTV! alegou em sua defesa dizendo que não quis comparar Viviany Beleboni ao casal de assassinas e que “apenas emitiu opinião sobre movimentos que, como a Parada Gay e seus adeptos, tratam com chacota os símbolos do cristianismo”.

“Ao sair desfilando vestida de Jesus Cristo, deveria ter previsto que tal manifestação chocaria a sociedade”, diz a advogada de Sikêra Jr, Viviane Barros Vidal.

O QUE DIZ A JUSTIÇA

Ainda segundo a Folha de S.Paulo, em sua decisão, o juiz Sidney da Silva Braga, ao estipular o pagamento de indenização no valor de 30 mil reais pelo contratado da RedeTV! à Viviany Beleboni, disse que o apresentador se utilizou da identidade de gênero da famosa e de sua imagem como modelo para associá-la à prática de um crime.

“O fato de a autora ser artista reconhecida não autoriza que possa ter sua imagem exposta sem autorização e ser chamada de ‘raça desgraçada’ em contexto de crítica à prática de um crime que com ela não tem qualquer relação”, afirmou o magistrado.

+Xuxa é humilhada em público e expõe ataques cruéis: ‘Puta e garota de programa de luxo’

Além da indenização, o juiz determinou que a imagem da famosa seja retirada da reportagem, que foi postada no YouTube. A decisão cabe recurso por parte de Sikêra Jr, mas este ainda não se manifestou.

Sikêra Jr
Sikêra Jr foi condenado a indenizar modelo trans em R$ 30 mil (Foto: Reprodução)

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco