Celebridades SBT Silvio Santos

De Figueiredo a Bolsonaro: Silvio Santos e seu histórico de “bajular” os presidentes

Silvio Santos já telefonou para o então presidente eleito Jair Bolsonaro ao vivo no SBT (Foto: Reprodução)
Silvio já telefonou para o então presidente eleito Jair Bolsonaro ao vivo no SBT (Foto: Reprodução)

Silvio Santos tem histórico de ser pró-governo independentemente de ideologia

Como já informado, Silvio Santos nunca se envolve em polêmicas e raramente comenta notícias ao seu respeito ou sobre o SBT. Também não costuma se importar com críticas ou comentários negativos, pois, acredita no ditado ‘falem bem ou falem mal, mas falem de mim’.

+BBB20: Acusado de ‘vitimismo’, Babu cai no choro e se desespera com final: “Mais difícil”

No entanto, o empresário resolveu se manifestar. Tudo aconteceu por conta de uma matéria realizada pela revista Veja. Na reportagem divulgada, Silvio Santos teria indicado ao presidente Jair Bolsonaro o nome do médico Cláudio Lottenberg para substituir Luiz Henrique Mandetta [exonerado do cargo hoje], no Ministério da Saúde.

Por conta disso, o apresentador fez com que o SBT emitisse uma nota. “Em referência a matéria veiculada na coluna Radar da Veja, com o título ‘Silvio Santos também indica nome a Bolsonaro para lugar de Mandetta’ esclareço que Silvio não se mete em questões políticas e nem falaria com o presidente Jair Bolsonaro sobre qualquer atitude determinada por ele”, afirmou a assessoria do canal paulista.

Na sequência, a nota vai à primeira pessoa e o próprio Silvio Santos diz que “a minha concessão de televisão pertence ao governo federal e eu jamais me colocaria contra qualquer decisão do meu ‘patrão’ que é o dono da minha concessão. Nunca acreditei que um empregado ficasse contra o dono, ou ele aceita a opinião do chefe, ou então arranja outro emprego”.

Como fica claro, mais uma vez Silvio Santos foi a público defender o atual presidente da república. Mas não é nenhuma novidade para o dono da segunda maior rede de TV do Brasil.  Cioso da concessão do canal de sua emissora, o animador já declarou, e o fez recentemente, que não faz oposição a qualquer governo.

Lula e Silvio Santos (Foto: Reprodução)
Lula e Silvio (Foto: Reprodução)

Durante a era Lula-Dilma, Silvio Santos foi simpático ao governo, até o ponto em que a corda parecia começar a arrebentar para o lado de Dilma. Empossado do posto maior, o até então vice-presidente Michel Temer encontrou no patrão a primeira vitrine relevante para vender o peixe de suas reformas, embora uma série de denúncias envolvendo seu nome tenha impedido, a seguir, que ele consumasse tais planos.

É válido destacar que a  primeira emissora de televisão de Silvio Santos, a TVS (TV Studios Silvio Santos), foi concedida ao apresentador por meio do decreto nº 76.488, assinado por Ernesto Geisel em 22 de outubro de 1975. Quanto ao SBT, foi João Batista Figueiredo, por meio do decreto 83.094, em 1979, que outorgou a concessão da emissora ao Grupo Silvio Santos, que viria a concretizar seu lançamento dois anos depois, em 1981.

Semana do Presidente

Nesse período, o canal lançou o famoso programa Semana do Presidente. Em tom institucional, para não dizer bajulador, a edição trazia um apanhado das benfeitorias do presidente da República, com trilha sonora de cunho militar, rufando tambores e trombetas. Tudo, claro, planejado por Silvio Santos.

Relembre:

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.