SBT

Silvio Santos sofre baque em plano de peitar a Globo e público vê ligação com demissão em massa: “A conta chegou”

SBT de Silvio Santos tirou Libertadores da Globo. (Foto: Montagem/Reprodução)
SBT de Silvio Santos tirou Libertadores da Globo. (Foto: Montagem/Reprodução)

Silvio Santos planejava desafiar monopólio da Globo com Libertadores no SBT, mas resultados iniciais não empolgam

No início deste mês, surgiu uma notícia bombástica: o SBT adquiriu os direitos de transmissão da Copa Libertadores, principal torneio de futebol da América Latina, algo que antes era visto como praticamente impossível, pela competição pertencer a Globo, que sempre teve um poder de investimento muito maior em relação aos seus concorrentes na televisão brasileira.

A emissora de Silvio Santos, no entanto, se aproveitou do momento de fragilidade da rival, que enfrenta uma das piores crises financeiras da sua história e decidiu romper o contrato para transmissão do torneio.

+ Poliana Rocha, mulher de Leonardo, após ser flagrada com bumbum pra cima, exibe seios fartos em decote: “Pulando”

+ Thiaguinho agarra rapaz, após fim com Fernanda Souza e detonada ao confessar: “Agradeço a Deus por ter você”

+ Sandra Annenberg faz anúncio sobre o casamento, é interrompida com marido e convocada às pressas na Globo: “Não deu”

Com a compra da Libertadores, Silvio Santos retomou o plano de transformar o SBT na “emissora do esporte” e peitar o monopólio da Globo. Essa ideia foi colocada em prática pela última vez em 2003, quando o SBT comprou os direitos de transmissão do Campeonato Paulista de futebol, também se aproveitando de uma não renovação de contrato da Globo. Naquela ocasião, o dono do Baú tinha planos ousados, pretendendo investir até R$ 200 milhões para também tirar o Campeonato Brasileiro da rival.

Porém, o que se viu foi uma verdadeira batalha judicial, com a Globo alegando ter prioridade de renovação de contrato para transmitir o Paulistão. No fim das contas, a emissora carioca levou a melhor na audiência e retomou os direitos do campeonato já no ano seguinte, fazendo com que Silvio Santos abandonasse esse plano.

FRUSTRAÇÃO

Agora, o cenário é semelhante. O SBT investiu alto para conseguir a transmissão da Libertadores, e a expectativa da direção da emissora em torno da estreia do torneio era enorme. Porém, a audiência decepcionou: com o jogo Bolívar x Palmeiras, o SBT até chegou a registrar um crescimento de 20%, mas ficou em terceiro lugar na Grande São Paulo, e com menos da metade dos índices que a Globo costumava registrar com os jogos da Libertadores este ano.

Ainda há a esperanças de que, quando o torneio chegar à sua fase decisiva, os números possam melhorar, mas a frustração inicial diante da alta expectativa já pode trazer consequências.

SBT transmitiu Bolívar x Palmeiras na última quarta. (Foto: Divulgação)
SBT transmitiu Bolívar x Palmeiras na última quarta. (Foto: Divulgação)

A CONTA CHEGOU?

Ontem (21), veio a notícia de que o SBT dispensou Roberto Cabrini, um dos seus principais nomes do jornalismo, e já planeja uma demissão em massa de cerca de 500 funcionários até o final do ano.

Nas redes sociais, muitos internautas criticaram essa atitude da emissora de Silvio Santos, associando esse plano de demissão em massa com a frustração do alto investimento na Libertadores, impulsionado apenas pelo desejo de tirar o torneio da Globo, sem muito planejamento em relação a isso.

“A conta da Libertadores já chegou!”, ironizou um internauta ao compartilhar uma notícia sobre o plano de demissão em massa do SBT. “Compre a Libertadores e de presente demita 500 funcionários até o fim do ano. O bom é ‘A Globo se ferrou’. Quem pode se ferrar de verdade são 500 famílias sem emprego…”, criticou outro.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.