Bastidores da TV Notícias TV Paga

Simba leva novo “chute” das operadores e receberá “merreca” por cada assinante

Apresentadores dos canais da Simba. Foto - montagem.
Apresentadores dos canais da Simba. Foto – montagem.

As tentativas da Simba de voltar para a TV paga foram quase todas fracassadas nos últimos meses. Mas setembro trouxe boas novas para a joint-venture dos três canais abertos, que são eles: SBT, RedeTV! e Record.

O colunista Flávio Ricco publicou dias atrás que cada uma das operadoras pagaria R$ 1,00 por assinante por mês para a Simba. Sairia R$ 0,33 para cada canal (SBT, Record e RedeTV!). No entanto, o jornalista Daniel Castro deu uma atualizada nestes valores e declarou nesta segunda que serão apenas R$ 0,60 (sessenta centavos) por assinante para a Simba a cada mês.

Ou seja: houve ainda um “baque” de 40% no valor, que já era considerado baixo. Esse montante foi acordado com as operadoras Net, Claro TV, Sky e Vivo.

Vale dizer que, originalmente, a Simba pediu R$ 15 reais por assinante. Obviamente, esse valor era apenas especulatório, pois eles sabiam que teriam que negociar muito ainda.

Daniel Castro ainda compara que, juntos, os canais da Simba valem menos para as operadoras de TV paga do que canais fechados básicos, como Fox e o Multishow, que cobram mais de R$ 0,60 por assinante.

+ Simba surpreende, volta à NET já nesta sexta (08) e encerra novela

O dono da RedeTV!, Amílcare Dallevo Jr, há dois anos, ressaltou que esperava receber, pelos canais da Simba, pelo menos 5 reais das operadoras por mês.

Pelo atual acordo dos 60 centavos/mês por assinante, a Simba deverá lucrar, ao final de um ano, R$ 130 milhões. É apenas 13% do R$ 1 bilhão que os executivos de Record, SBT e RedeTV! pretendiam.

Mas vale dizer que os R$ 130 milhões só vão ser pagos quando TODAS as capitais do Brasil tiverem desligado os seus sinais analógicos. Assim, os três canais poderão vender os seus sinais em HD para as operadores.

Por enquanto, vale dizer, apenas São Paulo, Brasília, Goiânia e Recife já o fizeram (e, portanto, as operadoras já irão remunerar a Simba). Até o fim de 2017, Salvador (ainda em setembro), Fortaleza, Belo Horizonte e Rio de Janeiro também deverão perder os seus sinais analógicos.

O processo de desligamento do analógico no Brasil se encerrará apenas no início da próxima década. Vale dizer que a Simba ainda deverá investir, por causa do acordo que fez com o CADE, um terço de sua renda anual em “melhoramentos” de sua programação e “aprimoramento” de conteúdo.

Saiba tudo o que vai acontecer sobre a nova novelas das 9 da Globo, Amor de Mãe

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

João Almeida

Quer falar comigo? Entre em contato pelo e-mail: jl1919@hotmail.com.br