Celebridades

Socorro! Repórter da Globo passa por sufoco ao vivo e é atacado por vários homens descontrolados

Repórter da Globo Rio, Paulo Henrique Cardoso foi atacado por um grupo de Homens-Aranha (Foto: Reprodução/TV Globo)
Repórter da Globo Rio, Paulo Henrique Cardoso foi atacado por um grupo de Homens-Aranha (Foto: Reprodução/TV Globo)

O repórter Paulo Henrique Cardoso, da Globo Rio, acabou passando por uma situação para lá de inusitada durante a cobertura de Carnaval

Uma situação completamente inusitada – e engraçada – aconteceu durante um link ao vivo no RJ1, que é exibido na Globo do Rio de Janeiro, nesta semana. Em pleno Carnaval, um grupo de rapazes vestidos de Homem Aranha decidiram causar na tela e sobrou até para o responsável pela pauta naquele momento, o repórter Paulo Henrique Cardoso, que foi atacado.

O repórter falava sobre a chegada de muitos turistas na Praia do Forte, em Cabo Frio, para curtir os dias de folia. Foi aí que os ‘super-heróis’ começaram a fazer muita gracinha frente das câmeras, seguindo o preceito do Carnaval, que é a diversão a qualquer custo. Muito animado, o profissional levou tudo na brincadeira e decidiu entrevistar um integrante do grupo.

+ William Bonner se cansa do assédio e entrega pasta de fotos sobre relação com Fátima Bernardes

+ Repórter de Sonia Abrão perde completamente a vergonha e revela como é o “recheio” da sua sunga: “E tem, hein”

Paulo Henrique Cardoso afirmou que não tinha nem reação para aquilo que estava acontecendo e decidiu perguntar se não estava muito calor ali dentro daquela fantasia. Completamente extasiado, o entrevistado disse que estava, mas valia a pena e também mandou um beijo para os pais.

O MOMENTO DO ATAQUE

Foi nesse momento que o outro Homem-Aranha se jogou na areia e agarrou os pernas do repórter, que decidiu apenas ironizar e dizer que precisava trabalhar e que tinha muita gente em Cabo Frio para ele salvar. O rapaz o soltou e voltou a rastejar, em uma cena digna de muitas risadas.

O CONTEXTO

O grupo de oito homens que atacou o repórter mora em Curicica e Taquara, na cidade do Rio de Janeiro, e se fantasiam há cinco anos durante o Carnaval. Rodrigo Neves deu uma entrevista ao G1 e explicou que alguns são amigos e outros parentes, mas todos se tornaram uma família e decidiram se vestir de Homem-Aranha nesse ano porque é o personagem favorito das crianças.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Virei Jornalista (@vireijornalista) em

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Paulo Vito