Celebridades

Celebridades

“Sou obrigada a conviver com ele”: Saiba quem é o homem que estuprou Viih Tube

Viih Tube
Viih Tube causou com revelação (Foto: Reprodução / Instagram)

Viih Tube fez relato dizendo que é obrigada a conviver com seu estuprador

Recentemente, a ex-BBB Viih Tube lançou o seu livro Cancelada, e um dos relatos mais comentado do livro é em relação a um abuso sexual que ela sofreu aos 16 anos. Ela revelou ter sido estuprada por uma pessoa próxima, contando que o pior é ainda ter que conviver com o estuprador, pois, eles trabalham no mesmo meio.

“Disse ‘não’ diversas vezes, mas não foi suficiente. Fui estuprada. Mesmo sabendo que tentei evitar, me culpava por não ter feito nada além de empurrá-lo”, relatou ela no trecho do seu livro que foi publicado pelo UOL.

“A Culpa do estupro é sempre do estuprador, nunca da vítima. Naquela época, não tinha consciência de que não precisava me envergonhar. É o tipo de coisa que a ente não esquece”, completou a ex-BBB.

“Até hoje, sou obrigada a conviver com o homem que me estuprou, porque trabalhamos no mesmo meio, o que me dá calafrios”, detalhou Viih Tube, que ainda lamentou não ter tido coragem de falar sobre o assunto antes e não ter denunciado o rapaz para a polícia há cinco anos.

A ex-BBB também ressaltou que sempre alertou amigas e outras mulheres para se afastarem do homem.

Veja também

MAS AFINAL, QUEM É O ESTUPRADOR?

Essa é a pergunta que todo mundo está se fazendo. A influenciadora e ex-BBB até então, não falou nada em relação ao nome do criminoso, porém, pelas dicas que ela deu, ao que tudo indica é algum influenciador, ou um empresário, pois, como ela mesmo falou, faz parte do seu meio de trabalho.

Viih Tube  gerou polêmica ao dizer que foi estuprada no passado (Reprodução)
Viih Tube gerou polêmica ao dizer que foi estuprada no passado (Reprodução)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários