Globo

Globo

“É proibido”: Substituto de Bonner paralisa JN às pressas com anúncio URGENTE da Anvisa de produto popular

Heraldo Pereira fez anúncio urgente sobre a Anvisa (Reprodução: Montagem TV Foco)
Heraldo Pereira fez anúncio urgente sobre a Anvisa (Reprodução: Montagem TV Foco)

Substituto de Bonner faz anúncio urgente da Anvisa sobre produto popular

Substituto de William Bonner, no Jornal Nacional, fez anúncio urgente da Anvisa, na última segunda-feira (05), sobre um produto popular e todos precisam ficar por dentro de todas as atualizações.

A vigilância sanitária é o principal órgão responsável pela averiguação de todos os produtos, desde a sua fabricação, até o momento em que estão disponíveis para venda, e quando identificam algum problema, rapidamente emitem um alerta aos consumidores.

Durante o Jornal Nacional, da última segunda-feira (05), Heraldo Pereira, que substituiu William Bonner na última edição, comentou sobre um anúncio urgente da Anvisa.

Heraldo Pereira e Renata Vasconcellos no comando do Jornal Nacional (Reprodução: Globo)
Heraldo Pereira e Renata Vasconcellos no comando do Jornal Nacional (Reprodução: Globo)

“Nesta sexta-feira (7), termina a consulta pública da Anvisa sobre os cigarros eletrônicos no país”, disse o jornalista da Globo, logo em seguida entrando a reportagem com maiores detalhes.

Essa consulta está sendo para que a sociedade apresente suas opiniões sobre a utilização e a comercialização dos cigarros eletrônicos, que são proibidos no Brasil desde 2009, mas é comercializado de maneira clandestina e se vê em todos os locais.

Veja também

“Os dados mais recentes revelam que quase 3 milhões de brasileiros usam cigarros eletrônicos. Em 2008, eram 500 mil. Segundo a Universidade Federal de Pelotas, ao menos 20% das pessoas de 18 a 24 anos já experimentaram algum tipo de cigarro eletrônico”, disse a reportagem.

Cigarro eletrônico é muito consumido pelos jovens (Reprodução: Internet)
Cigarro eletrônico é muito consumido pelos jovens (Reprodução: Internet)

Por conta disso, a Associação Brasileira da Indústria do Fumo afirmou que a proibição no Brasil só beneficia o mercado ilegal, já que os jovens estão cada vez mais comercializando o produto.

Por tanto, o governo também perde, pois não há o pagamento dos tributos e impostos. Caso haja a legalidade, o governo vai começar a faturar em cima dos cigarros eletrônicos e provavelmente também aumentará o seu consumo.

Anvisa está analisando se vai liberar a comercialização do produto (Reprodução: Internet)
Anvisa está analisando se vai liberar a comercialização do produto (Reprodução: Internet)

Quando a Anvisa foi criada?

A Anvisa, responsável pela averiguação de todos os produtos, foi fundada no dia 29 de janeiro de 1999.

🚨 Davi é acusado de crime no BBB24 + Susana Vieira na Record + Jovem Pan fora do ar

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA