Celebridades Jair Bolsonaro Susana Vieira

Susana Vieira não poupa ninguém na Globo, detona novela e papel na emissora: “eu era a favor do golpe militar”

Susana Vieira não poupa ninguém na Globo, detona novela e apoia Jair Bolsonaro Foto: Reprodução
Susana Vieira não poupa ninguém na Globo, detona novela e apoia Jair Bolsonaro Foto: Reprodução

Susana Vieira, atriz consagrada da Globo que não está no ar por estar enfrentando um câncer. Mas, ainda assim, segue polêmica e nos últimos meses tem causado com suas opiniões em relação a Bolsonaro nas redes sociais ou entrevistas exclusivas que tem concedido.

Após ser flagrada declarando apoio a Jair Bolsonaro, a atriz da Globo surge mais uma vez defendendo seu posicionamento político. Susana Vieira criticou a superssérie Os Dias Eram Assim, na qual atuou em 2017. Na trama de Ângela Chaves e Alessandra Poggi, que se passava durante a ditadura militar (1964-1985), ela vivia a vilã Cora, uma mulher possessiva e cruel, que apoiou o golpe. Em entrevista ao programa As Vilãs que Amamos, do Canal Viva, Susana criticou o fato de sua personagem ser a antagonista por sua visão política.

+Joelma surge dançando com o noivo em casamento, pega todos de surpresa e matrimônio é exposto

+Roubo de joias, casamento de Maria da Paz e promessa de morte: saiba o que vem por aí na novela A Dona do Pedaço

+MC Pocahontas se vinga de Anitta, engata romance com ex namorado bonitão da cantora e relação é escancarada

“Foi um seriado de esquerda. Como eu era a favor do golpe militar, passei a ser vilã. Eu acho isso um erro. Ela não tinha a menor ideologia, ela não fazia nada por ideologia, não era de direita. Era uma mulher compulsiva na bebida, perdidona, com aquele filho muito amado. Por ela aquele filho não saía de casa nunca”, disse Susana Vieira.

Vale lembrar que no final do ano passado, vazou um suposto áudio atribuído a Susana Vieira para um grupo de “amigos íntimos”, no qual a atriz da Globo faz afirmações sobre as candidaturas de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), a quem ela está apoiando abertamente nas redes sociais.

+Balanço Geral: Programa da Record desbanca a Globo em Vitória, Belo Horizonte, Salvador, São Paulo e Goiânia

No registro, Susana fala sobre os dois candidatos e afirma que é um “exagero” e que parece uma “novela das oito” as informações negativas sobre o deputado e candidato Bolsonaro. “Eu acho esse discurso terrorista, de esquerda e apavorador. Você acha que um jornalista sabe de coisas que nenhum de nós sabe?”, questiona para amigas presentes no grupo.

Aparentemente irritada com toda a situação, Vieira afirma: “Quero Lula preso, quero todo o PT preso”. Ao fim do áudio, Susana Vieira os motivos de estar saindo do grupo do Whatsapp, pois todos os participantes são “contra Bolsonaro” e, por sua vez, contra as ideias dela.

Susana Vieira se despede dizendo que vai tomar um remédio para se acalmar e agride verbalmente o jornalista Ernesto Neto, o chamando de “petista muito do idiota”. Susana também lembrou outras personagens icônicas de sua carreira, como a vilã Branca Letícia de Barros Motta, de Por Amor (1997), atualmente em reprise no Vale a Pena Ver de Novo.

“Era uma mulher mandona, tratava a empregada com pouco caso, não tinha grandes coisas, mas o texto dele [Manoel Carlos, autor] é que me deu a vilã. O Manoel Carlos se bota um pouco quando ele me oferece os papéis. Tudo que ele quer falar sobre a sociedade, cinismo, maldades, invejas, quando entro na novela dele, ele bota na minha boca. Não transgrido uma fala do Manoel Carlos, a fala dela é perfeita”, elogiou Susana Vieira.

Gosta das notícias feitas por Nayara Bolognesi? A siga no Instagram para acompanhar mais sobre as últimas fofocas do momento: clicando aqui.

 

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics