Agora

Agora

Terror pra Shein e pra Shopee: Nova lei é aprovada e cai como bomba no bolso dos clientes das varejistas

Logo da Shein e da Shopee - Foto Reprodução Internet
Logo da Shein e da Shopee - Foto Reprodução Internet

Se surpreenda com a nova lei, que é aprovada e cai como bomba no bolso dos clientes das varejistas

E as novas mudanças do governo ainda estão dando muito o que falar, sendo agora o assunto da vez, a nova lei que é aprovada e cai como bomba no bolso dos clientes das varejistas e é terror pra Shein e Shopee.

Até recentemente era validado uma alíquota zero do imposto de importação sobre compras internacionais feitas pela internet de até US$ 50 de pessoas físicas, contudo nova lei é aprovada e cai como bomba no bolso dos clientes das varejistas, e vira terror pra Shein e pra Shopee.

Acontece que na última quarta-feira (9), passou a valer a decisão do Conselho Nacional de Política Fazendária, o Confaz, de acabar definitivamente com a isenção da alíquota de importação para compras até 50 dólares feitas em sites de vendas, como Shein e Shopee, em anúncio feito pelo ministro, Fernando Haddad, a parlamentares.

Saiba como se torvar filiado da Shein e Shopee e fazer uma renda extra (Imagem Reprodução Internet)
Saiba como se torvar filiado da Shein e Shopee e fazer uma renda extra (Imagem Reprodução Internet)

E por isso, já passa a valer a taxa de 17% de ICMS para os estados e a taxação a consumidores deverá ficar em 34%, em decisão ainda a ser oficializada pelo governo federal que excluirá a portaria que entrou vigor no dia 1º de agosto, reduzindo temporariamente a alíquota a zero das para compras até 50 dólares.

O ministro, Fernando Haddad, emitiu nota nesta quinta-feira (10), confirmando a decisão do Confaz, segundo informações do portal “Metrópoles”, onde divulgou dizendo:

Veja também

Shein vê rival crescendo e podendo a derrubar (Reprodução: Internet)
Sacola da Shein (Reprodução: Internet)

“Sobre a informação de que a isenção da alíquota de importação para compras de até 50 dólares vai acabar, o Ministério da Fazenda esclarece que o Conselho Nacional de Política Fazendária, o Confaz, definiu a adoção, por todos os estados, da alíquota de 17% de ICMS em operações de importação por comércio eletrônico, com exigibilidade imediata, sem qualquer alteração na tributação federal”, disse.

E continuou: “Paralelamente, continuam valendo todas as regras do programa de conformidade Receita Conforme, e prosseguem as negociações, sob o comando do ministério, quanto a futuros ajustes na alíquota federal”, disse em nota o ministro, Fernando Haddad.

Qual o país que mais se paga impostos?

Segundo o portal “tributomunicipal”, a Suécia é o país onde mais se paga impostos.

🚨 Rodriguinho arma plano contra Davi no BBB24 + Estrela do SBT na Globo + Record arranca programa do ar após 05 anos

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Quem escreve

Rafael Silva

Eu sou Rafael Silva, tenho 28 anos e sou Arquiteto e Urbanista por formação pela Universidade Potiguar. Viciado em estar por dentro de tudo que acontece, sou Redator Web por vocação. Sempre foi apaixonado por escrita e leitura e me encontrei no mundo do entretenimento. Acompanho a vida dos famosos e celebridades diariamente pelos seus perfis das redes sociais e faço matérias sobre as fortunas dos artistas e suas mansões elegantes . Adoro jogar vídeo game e assistir séries e filmes. Minhas redes sociais são: [email protected]