Celebridades

Urgente! Morre ator global, estrela do filme Cidade de Deus, vítima da Covid-19

Ator Edson Arantes fez parte do filme Cidade de Deus - Foto: Reprodução
Ator Edson Montenegro fez parte do filme Cidade de Deus – Foto: Reprodução

O ator Edson Montenegro faleceu e foi mais uma vítima de complicações da Covid-19, doença que está matando muita gente no Brasil

A chegada da Covid-19 no ano passado deixou todo mundo pra lá de chocado, especialmente com a perda de nomes que fizeram história no cenário artístico brasileiro. Nesse ano de 2021, quando muita gente tinha esperanças de que tudo voltaria ao normal, a situação está ainda pior. Neste domingo (21), morre mais um ator vítima do vírus.

Trata-se de Edson Montenegro, que ficou bastante conhecido pelo filme Cidade de Deus, onde interpretou Dito, o pai de Buscapé (Alexandre Rodrigues), no ano de 2002. “Ele morreu hoje à 0h40, de parada cardíaca, decorrente de complicações da covid”, informou um dos agentes do ator em nota enviada para o site Notícias da TV.

Carreira extensa

Ele foi também conhecido por vários trabalhos na televisão, como a clássica minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos, produzida pela Globo em 1998. Seus trabalhos mais recentes, no entanto, não foram no canal. Ele interpretou personagens em novelas da Record, como Apocalipse (2019) e do SBT, como Cúmplices de um Resgate (2015).

Edson Montenegro, de Cúmplices de Um Resgate, morreu (Foto: Reprodução)
Edson Montenegro, de Cúmplices de Um Resgate, morreu (Foto: Reprodução)

Famosos que já trabalharam com Edson, como Miguel Falabella, lamentaram a perda. “Lembro de sua alegria quando começamos o ensaio de Donna Summer, o musical, e você me disse, carinhosamente, que estava muito feliz porque sempre teve vontade de trabalharmos juntos. Que pena que nosso espetáculo mal chegou a ver a luz”, disse ele.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.