Agora

Agora

Pagamento de mais R$ 1 mil, acúmulo de 2 benefícios e+: INSS emite comunicado oficial com 3 alertas pra 2024

INSS
INSS (Foto: Previdência Social)

OFICIAL: INSS emite comunicado oficial com 3 alertas pra 2024

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é pago pelo INSS a centenas de brasileiros que provaram ter direito de receber o valor, que atualmente é mais de R$ 1 mil, chegando ao teto de R$ 1.412 de acordo com o teto do salário mínimo atual.

Além disso, o INSS confirmou que há uma forma de receber dois benefícios, pois em alguns casos, o representante legal de um beneficiário do BPC pode receber a própria aposentadoria e o benefício assistencial de um familiar em seu nome.

Contudo, existem regras para essa situação, como o usuário ter que morar na mesa casa e o salário não pode ultrapassar 1/4 do salário mínimo, como:

Então, é necessário que o usuário faça parte do grupo familiar as pessoas abaixo, desde que morem com o beneficiário do BPC: cônjuge ou companheiro, pais, madrasta ou padrasto, caso ausente o pai ou mãe (nunca ambos), irmãos solteiros, filhos e enteados solteiros e menores tutelados.

Portanto, para o INSS, não integram o grupo familiar: pessoas, ainda que familiares, que morem em outras residências no mesmo terreno da casa do requerente do benefício assistencial e avós, tios, irmãos casados, netos, sobrinhos e primos, mesmo que morem na mesma residência da pessoa que está requerendo o benefício assistencial.

Veja também

INSS- foto: reprodução
INSS- foto: reprodução
INSS- foto: reprodução
INSS- foto: reprodução

 

Vale mencionar que o INSS também confirmou que pessoas que tem renda acima do limite, podem receber um percentual do BPC desde que comprovem gastos com compra de medicamentos, fraldas e alimentação especial, realização consultas e tratamentos médicos para o titular do BPC.

Quem tem direito ao BPC?

Para ter direito ao BPC, é preciso comprovar ser de baixa renda, além de ter inscrição no CadÚnico (Cadastro Único) e possuir renda familiar de até ¼ do salário mínimo por pessoa, calculada com as informações do CadÚnico e dos sistemas do INSS.

Contudo, por se tratar de um benefício assistencial, o usuário não tem direito a décimo terceiro e nem gera direito à pensão por morte aos dependentes do titular.

🚨 Isabelle agora é ESCORRAÇADA + Rodriguinho CRAVA Davi traído + Susana Vieira DETONA colegas 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Quem escreve

Lana Laysa

Eu sou Lana Laysa, Nutricionista por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN, servidora pública e Redatora Web. Encontrei na redação uma forma de escrever sobre o que mais amo: o mundo dos famosos e a vida das celebridades. Atualmente escrevo sobre a vida dos artistas por trás dos holofotes da fama e trago informações quentinha sobre o universo da TV brasileira. Meu e-mail é: [email protected]. Minhas redes sociais são: