Novelas

NovelasVelho Chico

“Velho Chico”: Afrânio se liberta da peruca e decide se matar

Afrânio (Antonio Fagundes) se desfaz de toda a sua alegoria de Saruê e clama por Martim (Foto: Divulgação/Globo)
Afrânio (Antonio Fagundes) se desfaz de toda a sua alegoria de Saruê e clama por Martim (Foto: Divulgação/Globo)
Afrânio (Antonio Fagundes) se desfaz de toda a sua alegoria de Saruê e clama por Martim (Foto: Divulgação/Globo)
Afrânio (Antonio Fagundes) se desfaz de sua alegoria de Saruê e clama por Martim (Lee Taylor)
(Foto: Divulgação/Globo)

Afrânio (Antonio Fagundes) vai se libertar da peruca e de toda sua alegoria de Saruê para ir atrás de Martim (Lee Taylor), e decidirá se matar, em “Velho Chico”, novela das nove da Globo.

Nas cenas que serão exibidas a partir desta terça-feira (27), decidido a encontrar Martim, o coronel segue pelas margens do Rio São Francisco em busca de alguma pista sobre seu filho. Quando suas esperanças já estão quase se esgotando, ele avista o Gaiola Encantado, o barco fantasma que navega por aquelas águas recolhendo as almas do povo ribeirinho.

Seus olhos brilham só de pensar que o fotojornalista possa estar por ali e, de alguma forma, o coronel consegue se conectar em pensamento com seu filho. Juntos, os dois resgatam memórias de seus passados em um reencontro emocionante. Ainda querendo vê-lo, o patriarca da família De Sá Ribeiro grita pelo herdeiro: “Martiiim!!!”

Em busca do filho

O patriarca da família de Sá Ribeiro tenta alcançar o Gaiola Encantado (Foto: Divulgação/Globo)
O patriarca da família De Sá Ribeiro tenta alcançar o Gaiola Encantado
(Foto: Divulgação/Globo)

Afrânio fica desesperado ao ver o Gaiola Encantado, embarcação fantasma onde se encontra Martim. Certo de que escutou a voz de seu filho, o coronel se atira nas águas do rio e se arrisca para achá-lo. “Vou encontrar um atalho… Um caminho… Eu tô ouvindo a voz dele… Tô ouvindo a voz de Martim chamar por mim!”, diz ele para Cícero (Marcos Palmeira), que tenta acalmar o patrão.

Veja também

O desespero é tanto para encontrá-lo que Afrânio se liberta da peruca, uma das máscaras que o ajudaram, durante anos, a incorporar o Saruê. Desde então, ele se tornou uma figura autoritária. O ponto de partida foi quando assumiu as terras de seu pai e se afastou de sua família.

Mas, depois de se jogar nas águas do São Francisco, Afrânio continua seguindo seu faro para encontrar Martim. Enquanto busca pelo fotojornalista em terra, ele vive seu conflito interno contra a sua própria identidade. “Maldito Saruê! Cadê meu filho! O que você fez com ele?! Martim!!! Cadê você!?! Apareça!”, grita ele. Cansado de suas fraquezas, Afrânio ainda coloca uma arma em sua cabeça e declara: “Você vai morrer, Saruê! Você precisa morrer!!!”.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários