Celebridades

Wagner Moura detona Bolsonaro, acusa o presidente de censura e dispara: “Game over”

O ator Wagner Moura falou sobre o presidente Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
O ator Wagner Moura falou sobre o presidente Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)

Wagner Moura surpreendeu ao falar sobre o atual momento da cultura nacional e disparou contra decisões tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro

O ator Wagner Moura é conhecido nacionalmente por, além de fazer grande sucesso no cinema, ser um grande opositor do governo do presidente Jair Bolsonaro. Diretor do filme Marighella, protagonizado por Seu Jorge, o profissional voltou a criticar o político, acusando diretamente seu governo de promover a censura e a destruição da Ancine.

Durante uma transmissão do filme no African Diaspora International Film Festival, Wagner Moura trocou algumas palavras sobre o filme e sobre o atual momento da política brasileira em relação à arte. De acordo com a Folha de S.Paulo, o público estava ansioso para saber as dificuldades enfrentadas pelo filme para ser lançado.

“Eu não gosto de falar do ‘Marighella’ como um caso isolado: todo o universo da cultura, no Brasil, está basicamente destruído. A Ancine está destruída. Acabada. Game over. E esse é o jeito que eles fazem hoje: a censura não é como a da ditadura militar, que dizia ‘isso é proibido'”, disse o ator.

Wagner Moura começa a rodar 'Marighella', sua estreia na direção (Foto: Reprodução)
Wagner Moura começa a rodar ‘Marighella’, sua estreia na direção

“Hoje eles infiltram pessoas nessas agências, e elas tornam tudo impossível de acontecer. Foi isso que fizeram com ‘Marighella’. Eles acharam uma forma de tornar o lançamento impossível do ponto de vista burocrático. Mas nós iremos achar um jeito”, prosseguiu o diretor de Marighella, que foi aplaudido pelo público presente. O ator prosseguiu detonando o atual governo em relação à cultura.

“Eu percebi que essas pessoas têm medo do que um artista pode fazer. Essa é a natureza da arte. Dos filmes, das peças. Essas coisas fazem as pessoas pensarem. Mesmo se não for uma produção diretamente política, ela representa uma ameaça. Então o que eu diria para os artistas, é: continue fazendo o que você faz. E, naturalmente, seja selvagem. Quanto mais radical melhor”, disse o ator.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.