Xuxa Meneghel

Xuxa arrebenta em seu livro, fala de filme “adulto” com criança e massacra em relato: “Foi uma experiência péssima”

Xuxa Meneghel abriu o jogo sobre o filme Amor, Estranho Amor, polêmica de sua carreira (Foto montagem)
Xuxa Meneghel abriu o jogo sobre o filme Amor, Estranho Amor, polêmica de sua carreira (Foto montagem)

A apresentadora Xuxa Meneghel falou sobre filme polêmico considerado adulto em seu livro recém lançado

Xuxa Meneghel está em alta nos últimos dias. O motivo? A apresentadora está lançado oficialmente a sua biografia Xuxa Memórias, na qual fala sobre carreira, namorados e também sobre polêmicas de sua carreira, como a do filme Amor, Estranho Amor”.

+Roberto Cabrini e Rachel Sheherazade tem vingança histórica em cima do SBT após demissão: “Eles vão juntos”

Para quem não sabe, o longa feito por Xuxa Meneghel, quase sempre é motivo para atacar a loira. Isso porque, no filme da década de 80, ela surge em cenas na cama com uma criança de 12 anos completamente nua. A cena em si, faz parte de uma contexto, e a loira garante que tinha 15 anos na época quando tudo foi feito. De qualquer forma, em sua biografia, a contratada da Record, que está de saída da emissora, não foge da raia e abre o jogo sobre a situação:

“Em 1982 fiz um filme a pedido do Pelé, Amor, Estranho amor, do Walter Hugo. Apesar de ter Tarcísio Meira e Vera Fischer, odiei fazer. Foi uma experiência péssima. Cedi ao pedido do meu namorado da época e desde então aprendi a respeitar minha própria vontade”, começou dizendo Xuxa em seu livro de memórias.

“Tanto que vira e mexe ficam falando desse filme. E acho que as pessoas não devem nem ter visto, para inventar tanta bobagem. Depois disso, só fiz filme para crianças desde então, que era o que eu realmente amava fazer”.

“O Walter foi um cineasta premiadíssimo. E tem gente, que quando quer me atacar fala desse longa como sendo um filme pornô. Nada a ver! Como a maioria das pessoas nem viu, vou contar a sinopse: “Eu faço o papel de uma menina de quinze anos que foi comprada no interior do Sul para ser dada a um político, pois a personagem “continuava virgem” por ter o hímen complacente. É uma história fictícia sobre uma garota que acabou vendida para um prostíbulo, o que aliás é um problema atual”, seguiu descrevendo Xuxa, que detonou:

+Fagundes, Susana Vieira e outros tem demissão da Globo, mas humilham e menosprezam demais canais: “Fingem”

“Aquela era uma obra de ficção. E de onde veio tanto falatório? De uma cena recorrente nos filmes de Walter, na qual o filho se apaixona pela mãe (No caso, interpretada pela Vera Fischer). E da cena comigo, claro”, conta Xuxa em seu livro, que ainda decreta:

“Nessa história, o filho vivia com a avó e depois de anos foi visitar a mãe, que era preferida do prostíbulo. Ela o escondeu em seu quarto, para protegê-lo do assédio das outras moças e minha personagem o achou e tentou seduzi-lo. Uma cena de um filme para adultos, entre um menino de treze anos e uma menina de quinze. Assistam ao filme”, pede Xuxa em seu biografia.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aaron Tura

Aaron Tura é um jornalista, paulista que ama o mundo da televisão e seus afins. Ligado nas novidades da telinha, fundou o TV FOCO em 2006 com o propósito de trocar opiniões e informações!