Mais destaques

Dispensada pela Globo, Maitê Proença é vista almoçando no SBT

Maitê Proença no Roda Viva (Foto: Reprodução/TV Cultura)
Maitê Proença é vista almoçando no SBT. (Foto: Reprodução/TV Cultura)

A atriz Maitê Proença não é mais funcionária da Rede Globo. Após vários anos de serviço prestado, a loira está fora do casting fixo de atores da emissora carioca. Sua última aparição no canal foi na novela das onze Liberdade Liberdade, onde viveu Dionísia Raposo.

Namorada de Geraldo Luís revela o motivo de ainda não estar morando junto com ele

A apresentadora Mara Maravilha informou na tarde desta quarta-feira, 06 de dezembro durante o programa Fofocalizando, que viu a veterana outro dia almoçando no restaurante executivo do SBT. Até o momento não se sabe o motivo da visita de Maitê.

Vale lembrar que a atriz, de 59 anos, já foi grande estrela na Globo. Também soma passagens pela TV Tupi, Bandeirantes e Rede Manchete. Obteve grande sucesso com as novelas Dona Beija e Felicidade, exibidas em emissoras diferentes.

MAITÊ PROENÇA DIZ QUE NÃO VÊ MAIS TELEVISÃO:

A atriz Maitê Proença esteve no “The Noite” com Danilo Gentili, no SBT, e relembrou o início de sua carreira na televisão e contou co o iniciou no ofício.

“Não quis ser artista, fizeram por mim. Descobri que meu pai estava com câncer, voltei para o Brasil e fui ficando porque achava que ele mentia para mim. Fiz um curso no Museu da Imagem e do Som (MIS) e começaram a prestar atenção quando eu abria a boca. O Mário Prata me viu lá, Antunes Filho me convidou para fazer um teste e acho que ele me deu uma protegida, tinham 800 pessoas e eu passei”, relembrou.

Apesar de ter uma longa carreira na TV, Maitê revelou que essa nunca foi a sua preferência: “Eu dizia: ‘televisão é uma arte menor, não vou fazer isso, não é o que eu quero’. “Na minha casa não tinha TV, não tinha muito contato com artes cênicas. Não vejo televisão até hoje”, revelou.

Durante a entrevista, Maitê relembrou as novelas que fez e falou sobre a liberdade que tinha: “Falava de política e não tinha politicamente correto nem haters para falar que você é cheirador de cocaína, viado, lésbica”, disse.

A artista relembrou ainda que antes do Projac, os atores precisam ir até os locais de gravação para fazer a cena: “Não tinha Projac [hoje Estúdios Globo]. A gente ia para a locação, ficava um mês e esquecia família. A gente ficava se entretendo, só tinha a novela e ficar um brincando com o outro”, contou.

Na conversa, Maitê falou ainda sobre o atual quadro político do país:  “A maior parte das pessoas do mundo é boa, a gente é que está em um país degringolado, um país fora de si. No Brasil, essa história de esquerda e direita é irrelevante: se existe uma polaridade, tem que ser entre os honestos e os outros”.


Curta o TV Foco no Facebook!

PUBLICIDADE

Comentários recentes