Agora

Agora

Fezes de rato, baratas e ordem da ANVISA: A interdição urgente da Vigilância contra fábrica alimentícia

Panelas da fábrica Logo Anvisa - Montagem TVFOCO
Panelas da fábrica / Logo Anvisa - Montagem TVFOCO

Tente não se impactar ao saber detalhes sobre a interdição urgente da Vigilância contra fábrica alimentícia

Antes de mais nada, é muito importante falar que a Anvisa, se trata, em suma, de uma agência reguladora, sob a forma de autarquia de regime especial, vinculada ao Ministério da Saúde.

Dito isso, com direito a nada mais, nada menos que fezes de rato, baratas e ordem da Anvisa, vocês saberão agora todos os detalhes sobre a interdição urgente da Vigilância contra fábrica alimentícia. Vamos conferir?

Pois bem, sem mais delongas, vamos então direto ao assunto. As informações são do portal da Prefeitura de Maceió.

De acordo com as informações que foram divulgadas pela fonte em 01/06/2023, a Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento, como o uso de equipamentos inadequados, presença de ratoeiras armadas e fezes de ratos e baratas.

O que aconteceu com a Anvisa?

Ainda é importante destacar que, na ocasião, o local também não tinha alvará sanitário. A ordem é considerada como da Anvisa, pois, para quem não sabe, é a Anvisa que cria as regras para que possa ocorrer tais tipos de interdições.

Veja também

Assim, as informações dão conta ainda de que, segundo o que disse Airton Santos, o coordenador da Vigilância Sanitária, na ocasião, no local foram apreendidos 350 kg de pipocas fabricadas em desrespeito às boas práticas de manipulação de alimentos.

“O local apresentava risco sanitário à população que consumisse seus produtos, por isso fizemos a interdição e demos um prazo para que eles se adéquem. Após esse período, faremos nova fiscalização no local para conferir se as determinações foram cumpridas”, explica.

A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento - Foto Internet
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento – Foto Internet
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento - Foto Internet
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento – Foto Internet
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento - Foto Internet
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou no Poço, uma fábrica de pipocas em condições insalubres de funcionamento – Foto Internet

Na época, vale salientar ainda, os proprietários do local tiveram 30 dias para se adequar às normas sanitárias e foi divulgado ainda que eles poderiam responder a um processo administrativo, podendo pagar uma multa entre R$180,00 a R $19 mil.

Como foi dito acima, salientamos mais uma vez que a notícia foi divulgada em 06/2023.

🚨 Davi vai ser expulso no BBB24? + Ivete é INTERNADA + Jojo é traída e se VINGA

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Assuntos

Anvisa

Quem escreve

Bianca Rayla

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração. Meu e-mail é: [email protected] Minhas redes sociais são: