Globo

GloboNotícias da Televisão

Apesar de vencer Globo e SBT, trio da Record ganha pouco e são presas fáceis da concorrência

Apresentadores do programa Balanço Geral SP. (Foto divulgação).
Quadro do "Balanço Geral" coloca a Record na liderança de audiência (Foto divulgação)
Quadro do “Balanço Geral” coloca a Record na liderança de audiência (Foto divulgação)

Apesar de abalar a liderança do “Video Show” e vencer o SBT, o trio de jornalistas Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi são presas fáceis da concorrência.

Isso porque eles ganham muito pouco para os padrões da TV brasileira e têm vínculos frágeis com a Record de São Paulo, como informa Daniel Castro.

Gottino, o mais “caro” dos três, ganha cerca de R$ 60 mil mensais. Sua multa de rescisão contratual é de apenas três meses de salário, ou R$ 180 mil. Fabíola recebe mensalmente R$ 35 mil e é celetista, com registro em carteira profissional como a maioria dos trabalhadores. Ela pode deixar a emissora no momento em que quiser, sem pagar nenhuma multa.

Já o especialista em segurança pública Renato Lombardi ganha R$ 15 mil. Os três atuam no Balanço Geral SP, no ar das 12h às 14h45. Gottino ancora todo o programa há três anos e conta com os comentários de Lombardi. Nos últimos 45 minutos, eles dividem espaço na “Hora da Venenosa”.

Nesta semana, o SBT esboçou lançar novo ataque contra os venenos da Record. Chegou a anunciar a estreia de um telejornal, apresentado por Dudu Camargo e com comentários de Léo Dias, no mesmo horário do “Hora da Venenosa” e do “Vídeo Show”. A estreia foi cancelada em poucas horas, mas a ideia do novo telejornal não morreu.

Veja também

No meio dessa movimentação toda, emissários de executivos do SBT sondaram na Record quanto ganham e quando terminam os contratos de Gottino e Fabíola Reipert. Descobriram que desarmar a concorrente é bem fácil – desde que os jornalistas aceitem, é claro.

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: Prisão de Dr. Deolane pode acontecer a qualquer momento

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários