Celebridades

Atriz brasileira se envolve em polêmica com família poderosa no México e estampa escândalo do ano

Natália Subtil e Sérgio Mayer Mori (Foto: Divulgação)
Natália Subtil e Sérgio Mayer Mori (Foto: Divulgação)

A atriz Natália Subtil está passando por um período bastante complicado em sua vida desde que se envolveu com uma das família mais ricas e poderosas do México.

+Kevinho é internado às pressas com grave problema e passa por cirurgia de emergência

Segundo informações do jornalista Leo Dias, do UOL, Natália teve um relacionamento com Sérgio Mayer Mori – filho da atriz Bárbara Mori (a Rubi, da novela do SBT) e de Sérgio Mayer (famoso pelo papel de Luigi em “Betty a Feia”), com quem teve uma filha.

Os dois se conheceram durante a gravação de um filme para a Netflix e o relacionamento acabou assim que ela descobriu estar grávida.

A atriz brasileira, após muita luta, conseguiu que Sérgio assumisse a paternidade, mas relata que não recebe nenhuma ajuda financeira do ex e nem de sua filha e tem que se desdobrar para criar a filha sozinha.

+Roberto Justus faz aniversário, ganha declaração de amor da esposa e detalhe rouba a cena

“Nosso relacionamento terminou no momento em que soube que estava grávida, ele realmente não queria uma filha. Nessa época eu fui morar com uma amiga, não tinha como trabalhar para manter uma casa. Foi aí que recebi o convite para a “Playboy”. Aqui, a revista é supervalorizada. Aceitei porque precisava pagar um aluguel e não viver de favores, precisava comprar o enxoval do bebê, fazer meu pré-natal, tudo sozinha. Inclusive pagar o meu parto”, disse ela.

Questionada quando a notícia da gravidez chegou até os holofotes, ela comentou: “Foi rápido. Estava com quatro meses de gravidez e uma revista de fofoca aqui descobriu e me procurou. Dei uma entrevista falando que ele não queria assumir. A partir disso virei um dos principais assuntos no México. A minha sorte é que apesar da família Mori ser muito famosa aqui, eu não virei odiada ou com fama de aproveitadora. Fui aceita e contei a minha história para todos os programas de televisão. Até nos programas latinos nos Estados Unidos eu fui”.

+Viúva de Mr. Catra não se controla, revela coisas que ninguém sabia e pede: “me perdoa”

Natália também revelou o que fez a família Mori a procurar. “Quando a minha filha nasceu ele a reconheceu, pediu perdão por tudo, disse que estava um pouco perdido. Até cheguei a morar um tempo na mansão deles após o parto. Como eu morava sozinha e fiz cesária, eles me convidaram para ficar na casa deles até eu me sentir bem. Me prometeram ajuda. Mas eu ficava lá sozinha, era tudo por aparência. Até que eu fiquei bem e fui para a minha casa. Desde então eles continuaram a demonstrar que não estão preocupados com a neta. Ele reconheceu a filha e nunca me ajudou com nada”.

Sobre a pensão, ela comentou: “Muita gente pensa que eu ganho uma pensão milionária e eu não ganho nada. O avô dela, que atualmente é político por aqui, me dá uma ajuda de vez em quando, mas é muito para garantir a sua imagem, nunca passou de uma compra de mercado. É só quando passo realmente uma necessidade. Nunca recebi uma ajuda mensal. A avó (Bárbara) me procurou pouquíssimas vezes, quando convém. Minha filha entrou esse ano na escola e eles fizeram um acordo para cada avô pagar metade, mas é um sofrimento receber. Esse mês já me falaram que não vão pagar. O pai da minha filha não me ajuda em nada. Está há oito meses sem vê-la. E não é porque ele a procurava antes, mas sim, porque a encontrava quando eu necessitava deixá-la na casa dos avós para trabalhar”.

Natália Subtil, Sergio mayer Mori e Mila (Foto: Divulgação)
Natália Subtil, Sergio mayer Mori e Mila (Foto: Divulgação)

Perguntada por Leo Dias o motivo de nunca ter procurado a Justiça, ela comentou: “Medo. Aqui dá cadeia não pagar pensão também. Mas não tive coragem de me meter com uma família tão poderosa. Tenho medo que tirem minha filha. Tenho 31 anos e preciso trabalhar aqui como modelo, e tenho medo que façam algo que não consiga mais trabalhar. Talvez seja difícil para as pessoas entenderem isso, mas estou sempre em busca de acordos com eles. Eu me mantenho sozinha e os advogados aqui são muito caros e a defensoria pública não funciona. Para vencer uma família como a Mori eu precisaria de um desgaste e muito dinheiro”.

+Demitidos, ex-apresentadores da Globo se reencontram em outra emissora e causam alvoroço

Sobre o planos para voltar ao Brasil, ela comentou: “O pai da minha filha precisaria aprovar o passaporte dela e a viagem para o Brasil, até isso ele encrencou, mas eu consegui. Tenho família no Rio de Janeiro mas tenho medo de voltar e não conseguir trabalhar, estou muito tempo fora. Aqui, pelo menos, consigo fazer capas de revistas, ensaios de moda, estarei em uma capa importante essa semana. Eu tenho medo de voltar e ficar desempregada. Às vezes esse drama todo me cansa, fico triste, depressiva, quero largar tudo e voltar para o meu país, mas tenho medo de ser ainda pior para a minha filha. Em junho estarei de visita no Brasil”.

 

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.