TRISTE DESPEDIDA!

Do auge à falência: o adeus de varejista amada no Brasil que fechou todas as lojas após quase 10 anos

05/06/2024 às 6h20

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
Varejista, após anos de sucesso, acabou sucumbindo à crise e fechou as portas (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco/Canva/Exame)

Marca amada de roupas sucumbiu à crise e sentiu o gosto amargo da falência no Brasil após quase 10 anos de existência

Em junho de 2022, milhares de brasileiros, principalmente  jovens da Geração Z, choraram com o fim de uma das marcas mais icônicas do fast fashion, presente na maioria dos shoppings brasileiros.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Estamos falando da inesquecível Forever 21, nascida na década de 80 na Califórnia, Estados Unidos, mas que desembarcou por aqui somente no ano de 2014.

Quem conhecia a marca, com certeza se lembra das promoções de “compre um leve dois”, principalmente, dos vestidinhos estilo Boho chic, cujos quais era uma verdadeira coqueluche dos amantes da loja.

Sem falar que a mesma ainda contava com opções no alt fashion* atraindo pessoas de diversos estilos, tribos urbanas e essências.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


(Alt Fashion é a moda que se diferencia da moda comercial convencional. Inclui estilos que não estão em conformidade com a moda dominante de sua época e estilos de subculturas específicas como góticos, punks, etc)

Veja também

Do auge a falência …

Após o auge o sucesso, a marca acabou amargando seu fim de forma bem avassaladora.

Conforme publicado no portal Estadão, após quase 10 anos de existência, mais precisamente 8 anos de operação no Brasil, a Forever 21 chegou a promover uma mega liquidação para encerrar as atividades.

Ela que já estava em meio a uma recuperação judicial nos EUA, ainda respondia alguns processos por aqui.

No ano de 2020, a Authentic Brands Group (ABG), empresa de desenvolvimento de marcas, adquiriu 37,5% da Forever 21.

Na mesma operação, a Brookfield Property Partners levou 25% da propriedade intelectual e dos negócios em atividade.

A informação do encerramento das operações foi confirmada pela Associação Brasileira de Shopping (Alshop) e por funcionários de uma loja em São Paulo, que ainda de acordo com Estadão, alegaram na época, passar por uma situação delicada.

Vale dizer, que mesmo com a falência, a rede ainda conseguia sobreviver e manter o controle e a posse das 800 lojas espalhadas entre, Estados Unidos, Ásia , Europa e America Latina, durante o processo de reestruturação, graças à Lei de Falências americana.Shortcode

Impactos no Brasil

Infelizmente não demorou muito para que a crise financeira que se instaurou na marca começasse a afetar o andamento das lojas em nosso país.

Segundo o portal Seu Dinheiro, gradualmente, as inúmeras lojas da Forever 21, espalhadas pelo Brasil, começaram a virar alvo de ações judiciais por conta dos atrasos em aluguéis, principalmente nos shoppings localizados em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Com isso, a Forever 21 teve que fechar 11 lojas em janeiro só no ano de 2021 e, como mencionamos, no mês de junho de 2022 a marca se preparava pro adeus definitivo fechando todas que restavam.

Segundo o portal Folha Pê, um dos fatores que mais contribuíram para esse desfecho foram os impostos altos, custos de importação e infraestrutura que acabam elevando o preço final das roupas.

Tudo isso fez com que o público “perdesse o interesse” na marca e a situação agravou ainda mais durante a pandemia.

Também não podemos desconsiderar, que grande parte do colapso sofrido pela Forever 21, teve uma contribuição significativa  do avanço da concorrência online.

Os preços baixos praticados na internet e a facilidade em se comprar sem sair de casa atinge sobretudo a parcela mais jovem da população, que era  justamente o público-alvo da rede de varejo.

Porém, de acordo com o portal O Globo, essas questões delicadas não eram algo tão pontual da época.

Isso porque, a marca, já estava enfrentando problemas desde que embarcou em uma estratégia de negócios baseada no lema “a dívida de hoje é o lucro de amanhã”.

Na prática, a companhia fez mais dívidas para conseguir uma rápida e grande expansão mundial, estratégia que inclusive abarcou as lojas abertas do Brasil a partir do ano de 2017.

Ocorre que o pagamento dessa dívida era para ter ocorrido de forma muito mais rápida do que realmente foi.

No meio do ano de 2019 , o mercado estimava um débito de mais de US$ 500 milhões da Forever com um prazo de 3 anos de vencimento.

Sem conseguir o retorno esperado em vendas com as novas lojas abertas, restou à diretoria a adoção de um plano de desinvestimentos e alongamento de dívida que, acabou não obtendo grandes resultados.

Vale mencionar que na época, a Forever 21 publicou em seu Instagram oficial sobre a grande liquidação que faria e afirmou que a mesma duraria somente até durarem os estoque nas seguintes lojas: Bourbon, Guarulhos e Outlet Catarina, em São Paulo; Shopping í, em Londrina (PR); e na loja de Recife (PE).

Ao procurar notas oficiais da marca falando exatamente sobre essa despedida as mesmas não foram encontradas, porém o espaço permanece sempre aberto para que ela exponha a sua versão dos fatos.

Mas a Forever 21 acabou mesmo?

Segundo apurações do TV Foco, ao procurar o perfil oficial da marca no Instagram, foi constatado que não existem mais nenhuma atividade em solo brasileiro e todas as publicações, até então, foram deletadas.

Porém, você ainda consegue adquirir algumas peças da marca de segunda mão aqui no Brasil, ou através do e-commerce da SHEIN, marca chinesa que tem dominado cada vez mais quando falamos em compras pela internet.

Inclusive a parceria da Forever 21 com a SHEIN pode ser interpretada como uma espécie de catalisador para o processo de digitalização da fast fashion estadunidense.

Forever 21 se aliou a SHEIN e possui um perfil no e-commerce aonde comercializa suas peças (Foto Reprodução/Exame)
Forever 21 se aliou a SHEIN e possui um perfil no e-commerce aonde comercializa suas peças (Foto Reprodução/Exame)

De acordo com o portal Elle, a varejista chinesa tem cerca de 150 milhões de usuários.

Em meados de agosto de 2023, por meio de um  comunicado enviado à imprensa, os diretores da Sparc Holdings, Jamie Salter e David Simon, alegaram estar felizes com o contrato com a Shein.

Mesmo porque, estamos falando da principal plataforma de moda on-line do mundo.

Vale dizer que apesar de ter se despedido do Brasil, a Forever 21 ainda  tem 414 lojas nos EUA e mais 146 em outros países, com venda anual acima de 12,7 bilhões de dólares.

Resumidamente, para a SHEIN , a joint-venture funciona como uma porta de entrada privilegiada para o varejo físico no mercado estadunidense.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras. Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ... Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.