Celebridades

Em relato chocante, avó explica como contou para o neto que goleiro Bruno matou a mãe dele e tentou matá-lo: ‘Muita dor’

O goleiro Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, mãe de seu filho, Bruninho (Reprodução)
O goleiro Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, mãe de seu filho, Bruninho (Reprodução)

Ex-atleta do Flamengo, O goleiro Bruno foi condenado pelo brutal assassinato da modelo Eliza Samudio, mãe de seu filho, Bruninho

Sônia Silva Moraes, mãe da modelo Eliza Samudio, explicou recentemente como foi que ela contou para seu neto, Bruninho Fernandes, de 10 anos, que o pai dele, o goleiro Bruno, ex-ídolo da torcida do Flamengo, foi o responsável pelo assassinato de sua mãe e, ainda, que o futebolista também teria tentado matá-lo.

Em entrevista ao site do jornal Extra, a mãe de Eliza Samudio afirmou que não nutre sentimento de ódio pelo goleiro Bruno, tampouco que faça alienação parental com seu neto, mas ressalta que a criança não tem vontade de conhecer o pai. Ainda, ela disse que, após ser questionada por Bruninho, contou a ele sobre a morte da modelo.

+Ex-parceiro de Gusttavo Lima surge em público, arranca máscara e destrói vida do cantor: ‘Falta humildade’

+Estrela da Globo, Paula Burlamaqui vence processo de R$ 17 milhões contra o Yahoo!: ‘Louca desvairada’

“Sempre falei pra ele que na hora que ele quisesse saber a verdade, eu contaria. Ele ficou assustado, porque eu contei que o pai dele matou uma pessoa e havia atentado contra a vida de uma outra, mas que essa outra pessoa estava viva e bem. Mas quando ele me fez a pergunta ‘quem era a outra pessoa’, eu respondi: ‘era você’. Ele ficou se perguntando o porquê, e eu disse que ainda não sabia”.

Antes de ser morta, Eliza Samudio denunciou o goleiro Bruno na Justiça, em 2009, afirmando que o atleta havia forçado ela a cometer aborto quando estava grávida de cinco meses e, ainda, por agressão física.

GOLEIRO BRUNO FOI CONDENADO PELO ASSASSINATO DE ELIZA SAMUDIO

A modelo foi brutalmente assassinada em 2010 e, 10 anos depois do crime brutal que chocou o Brasil, seu corpo ainda não foi localizado pelas autoridades. A vítima foi morta em 2010, após ter ficado em cárcere privado, ter sofrido estrangulamento e o corpo esquartejado. Em depoimento à Justiça, o atleta relatou que os restos mortais dela foram jogados para cachorros.

O goleiro Bruno chegou a ser condenado a mais de 20 anos, mas no ano passado ele obteve progressão de pena e está em regime semiaberto desde julho de 2019.

Ainda na entrevista ao Extra, a mãe de Eliza Samudio contou que o neto só não sabe dos detalhes de como a modelo foi morta e que, quando o assunto é abordado na imprensa, ela desliga a TV. Porém, ressalta, “uma hora ele vai entrar na internet e descobrir muitas coisas”.

“Ele sabe que a mãe dele foi morta, que os assassinos sumiram com o corpo e que o pai foi condenado. As pessoas acham que ele é uma criança que odeia o pai, e não é. Outro dia mesmo ele falou para uma amiga minha que perguntou se ele tinha raiva, mágoa ou ódio do pai, e ele respondeu: ‘Não posso ter raiva nem amor daquilo que eu não conheço”.

Hoje, Sônia afirma que a criança não tem vontade de conhecer o goleiro Bruno, mas, se um dia ele quiser, ela irá respeitar o desejo do neto.

AVÓ NEGA ALIENAÇÃO PARENTAL

A mãe de Eliza Samudio fez questão de ressaltar que, embora muitos apontem que ela “promova” o ódio de Bruninho em relação ao pai, isso não é verdade.

“Não faço alienação parental contra o pai. Eu, pessoalmente, deveria querer que o Bruno sumisse da face da terra, mas não é isso. Quero que ele viva, que Deus abençoe a vida dele, porque o que ele fez com a minha filha, ele vai pagar aqui”, afirmou.

Sônia salienta que o goleiro Bruno tirou a vida de Eliza Samudio e o direito do próprio filho de ter uma mãe “por perto”. Indiganada, ela também demonstra revolta pelo fato de o futebolista está solto e que ainda sente muita dor pelo crime brutal cometido pelo atleta. “Ele mesmo sendo um assassino, não teve os direitos tirados pela Justiça. O Bruno anda livremente para tudo quanto é canto, não tem uma vigilância. Não é justo”.

+Vivi Brunieri, ex de Ronaldo Fenômeno, ganha fortuna com filme pornô e escancara prostituição aos 16: ‘No Japão’ 

“E essa dor que eu tenho, eu carrego todos os dias comigo. E você pode ter certeza que é a mesma dor que o meu neto carrega, sabendo que tem um pai assassino e que o próprio pai mandou matar a mãe”, completou.

O goleiro Bruno Fernandes e Eliza Samúdio (Foto: Reprodução)
O goleiro Bruno Fernandes e Eliza Samúdio (Foto: Reprodução)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco