BBB22

BBB22

BBB22: Desafiada pelos colegas de confinamento Bárbara dispara: “Barbie é o caramba”

BBB22: Laís e Bárbara choram. Foto: (Reprodução/Globoplay)
BBB22: Laís e Bárbara choram. Foto: (Reprodução/Globoplay)

Bárbara não conseguiu segurar a emoção e deu alfinetada em participante do reality, quando voltou como vencedora de prova de resistência

Bárbara Heck, do time ‘pipoca’ da edição do BBB22, modelo e Relações Públicas, junto com Laís, também ‘pipoca’, foi vencedora da primeira prova de resistência do reality, onde a dupla ganhou imunidade no jogo, após mais de 12 horas de prova.

Após a vitória merecida das duas sisters, elas voltaram para casa rapidamente para sede para contar aos outros participantes que a boa novidade. Ao ser chamada de ‘Barbie’ ao tom de brincadeira por outros integrantes da casa, Bárbara disparou: “Barbie é o car*lho! Me chamem de patricinha agora!”, aos berros.

A prova consistia em equilibrar cubos por um tempo indeterminado em cima de uma plataforma até que a campainha tocasse, tudo isso seguindo as regras de Tadeu Schmidt, novo apresentador da edição do BBB22. Os participantes não poderiam deixar os cubos caírem, pisar fora da plataforma ou sentar. A dupla que ficasse mais tempo equilibrando os cubos sem derrubar seguindo essas regras ganharia a imunidade.

Durante a prova de resistência, Bárbara chamou atenção de Luciano, pois o bailarino ficou de uma maneira que parecia estar sentado, o que era proibido na prova. A sister disse: “Tá sentado. Isso é sentar, gente!” e perguntou para ele: “Ei! Isso aí não é sentar não? Sentar no calcanhar pode?”. Luciano respondeu “Pior que não. Pode fazer também se quiser “. Bárbara já irritada com o participante falou: “Eu sei que eu posso. Se você pode fazer, óbvio que eu posso fazer. Só estou questionando se isso realmente pode. Eu tenho medo de tentar, por exemplo”.

LUCAS “QUEBRA O PAU” E É O PRIMEIRO PARTICIPANTE A FALAR SOBRE POLÍTICA

Veja também

Lucas Bissoli foi o primeiro participante do BBB22, a comentar sobre política na casa. Em menos de 24 horas, de confinamento o imprescindível  aconteceu: A pauta sobre direita e esquerda foi citada pelo brother.

Na tarde desta terça-feira (18), durante uma conversa com o colega de confinamento Eliezer na cozinha, os participantes do grupo pipoca falaram sobre suas preferências políticas, mostrando que são politizados e preocupados com o Brasil.

 Eliezer e Lucas falaram sobre racismo, maconha, aceitação e até mesmo sobre a desvalorização do professor no país.

“Uma coisa que penso muito é sobre educação. Na minha geração, todo mundo queria ser professor. O que significa? Em poucos anos, , a profissão pode ser extinta ou acabar. Não tem novos professores?! Ou, se tem, está fazendo porque precisa e não por amor. Porquê? Por que não somos uma nação que investe em educação. (…) Professor é uma das profissões mais importantes. É a base sua, , minha, do meu irmão”, disse Eliezer.

Lucas respondeu que isso é um reflexo da falta de distribuição de verbas e foi aí que o assunto política virou pauta no BBB22:

“Nas eleições passadas, tava tudo polarizado e famílias foram desfeitas por causa de um voto. O que eu tenho pra falar sobre eleição é: respeito seu voto. Cara, quem devo votar? Vá no Portal da Transparência e veja o que o seu político gasta com verba de gabinete e assessores (…). O brasileiro não tem noção do poder que tem nas mãos durante a eleição”, comentou Lucas.

Mas antes que o brother seja obrigado a se posicionar por um lado político, fez questão de deixar claro que fica em cima do muro. Lucas afirmou que prefere enxergar mais o que o candidato político tem a oferecer para a sociedade do que optar apenas por um partido ou números.

Eu não me importo com os ideais políticos de direita ou esquerda. Se investir em saúde, educação e segurança, está ótimo”, finalizou Lucas.

VÍDEO YOUTUBE: Reviravolta! Ana Maria é cortada na Globo + Fim do SBT com baixa audiência

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários