Celebridades Jair Bolsonaro SBT

Bolsonaro implora para ir à programa do SBT, mas apresentador se recusa e gera climão

O presidente Jair Bolsonaro e o humorista Carlos Alberto de Nóbrega (Reprodução: Instagram)
O presidente Jair Bolsonaro e o humorista Carlos Alberto de Nóbrega (Reprodução: Instagram)

Nos últimos 30 dias o presidente da República Jair Bolsonaro se tornou figura frequente nos bastidores do SBT. Primeiro, o político do PSL compareceu ao programa comandado por Silvio Santos aos domingos. Depois, Bolsonaro foi ao talk show The Noite, apresentado por Danilo Gentili e, por fim, o ex-militar marcou presença para uma conversa bastante amigável no Programa do Ratinho. Ficou faltando a atração comandada por Carlos Alberto de Nóbrega.

Agora, no entanto, Jair Bolsonaro não poderá comparecer ao humorístico “A Praça É Nossa”, embora tenha ele mesmo pedido pessoalmente ao comediante Carlos Alberto de Nóbrega para fazer parte da principal atração de comédia do SBT.

+Com profunda doença, Whindersson Nunes aparece em prantos e desespera fãs que imploram: “Você precisa se cuidar”

+Após detonar a ditadura, Carlos Alberto de Nóbrega tem encontro secreto com Bolsonaro, fala o que pensa na cara dele e presidente rebate

+A Dona do Pedaço terá grande reviravolta com novos personagens

Bolsonaro se ofereceu para ir ao programa apresentado por Carlos Alberto de Nóbrega durante visita do humorista à Câmara dos Deputados, quando este foi receber uma homenagem feita pelo Congresso. De lá, e de maneira inesperada segundo o próprio contou, ele acabou tendo um encontro marcado de última hora com o presidente, que teria pedido para ir à “Praça”.

“No meio da cerimônia ele me solta: ‘Vou lá (na Praça é Nossa) um dia’. E se ele realmente for, será um maravilhoso problema para eu resolver”, disse o humorista ao site “Notícias da TV”, sobre o pedido de Jair Bolsonaro.

Para o humorista, no entanto, a possível ida de Bolsonaro ao seu humorístico pode representar um problema justamente por causa do conteúdo do programa: o humor. Segundo contou o contratado do SBT, ter o presidente apenas “sentado no banco” e não poder fazer nenhuma brincadeira com ele, seria o mesmo que “forçar a barra”. Porém, fazer piada com o líder do Executivo Federal poderia “expô-lo” ao inconveniente. “É uma situação delicada”, afirmou Carlos Alberto de Nóbrega.

“É diferente ele ir no programa do Ratinho para dar uma entrevista do que ir na Praça E a Praça é um programa de humor. Colocá-lo lá somente para sentar no banco seria forçar a barra. Então preciso ter cuidado”, disse Carlos Alberto de Nóbrega, que comanda um dos programas mais longevos do SBT. “Nunca combinamos que ele participaria do programa. Não tem data marcada nem nada. Ele (Bolsonaro) só falou que ‘passaria lá'”, completou o artista.

https://www.instagram.com/p/ByC4RR-BVtP/?utm_source=ig_embed

Apoio a Bolsonaro e críticas à ditadura

Apesar de ter demonstrado apoio a Jair Bolsonaro, o humorista do SBT é um ferrenho crítico da ditadura, temática que voltou a ficar em evidência no país nos últimos anos, fortalecida pela onde de manifestações e pelo crescimento do conservadorismo da extrema direita no Brasil, que ganha expressão em Bolsonaro. Fato é que, em 2018, quando o assunto se tornou um dos mais tocados durante o pleito presidencial, o humorista Carlos Alberto de Nóbrega detonou esse período da história do país.

+Com forte vício e “renegado”pela Globo, Renato Aragão tem salário divulgado, dá volta por cima e se “vinga”

“Vocês não fazem ideia do que é ditadura, gente. Você não ter o direito de fazer um grupinho na esquina. Você ser censurado por pessoas boçais. Eles iam armados. Você tinha que mandar o texto para a Polícia Federal, e eu fui várias vezes. E coisas absurdas! Por exemplo: (eles perguntaram) “onde você mora?”. Eu dizia: “Na Marechal Deodoro”. Aí eles: “corta! Bota Largo do Arouche, bota… Não pode falar nome de militar”. Estátua da Liberdade, você não podia colocar! Isso eu juro pela minha vida, pela vida dos meus filhos”, disse Carlos Alberto da Nóbrega durante bate-papo no Altas Horas.

E continuou:

– Essa gente te censurava. Era terrível. Você não podia fazer nada. E a gente tinha muito medo – disse Carlos Alberto de Nóbrega, que já chegou a ‘tirar o chapéu’ para Bolsonaro no programa de Raul Gil.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

tiago Minervino