William Bonner

William Bonner

Após bater o pé na Globo e ver Renata ser afastada, Bonner deixa a bancada do JN e recebe a pior notícia

William Bonner, após exigir dispensa na Globo, quebra protocolo no JN e faz duro desabafo: "Ser enganado"
Renata Vasconcellos e William Bonner no Jornal Nacional (Foto: Reprodução)

Mesmo sem a dupla de âncoras titular, o telejornal registrou a melhor audiência de 2022

Na última segunda-feira, 09, o Jornal Nacional contou com a ausência de William Bonner e Renata Vasconcellos, que raramente são substituídos na bancada do principal telejornal da Globo. No entanto, mesmo sem os titulares, o noticiário explodiu nos índices de audiência e acabou evidenciando um recado amargo para o editor-chefe do JN.

O noticiário já vem lidando com o afastamento de Renata Vasconcellos há 3 semanas, quando a editora-executiva do jornal saiu de férias. No lugar da titular, Ana Paula Araújo, do Bom Dia Brasil assumiu o posto ao lado de Bonner e manteve a média do JN em 24 pontos.

No primeiro dia útil dessa semana, William Bonner precisou se ausentar da bancada por motivos, até então desconhecidos e Hélter Duarte foi convocado para cobri-lo. Surpreendentemente, o Jornal Nacional bateu um recorde de audiência mesmo sem os dois apresentadores titulares.

De acordo com os consolidados do ibope, o JN registrou média de 27,7 pontos, seu melhor desempenho desde 5 de novembro de 2021, quando fez 29 pontos em uma edição destinada a cobertura da morte de Marília Mendonça.

Mesmo sem nenhuma cobertura especial, o principal telejornal da Globo foi beneficiado pelos bons números de Quanto Mais Vida, Melhor! e boa fase de Pantanal, que tem beirado os 30 pontos de média.

Veja também

Hélter Duarte e Ana Paula Araújo no comando do último Jornal Nacional
Hélter Duarte e Ana Paula Araújo no comando do último Jornal Nacional- Foto: Divulgação

Com os números animadores, indiretamente, William Bonner recebeu a pior notícia de que o telejornal não é tão dependente de sua presença como se imaginava em anos anteriores.

O resultado no Ibope mostra que se as novelas das sete e das nove caírem no gosto popular, naturalmente o Jornal Nacional será beneficiado com uma boa audiência, independente dos seus âncoras.

Há anos comenta-se sobre a aposentadoria de William Bonner do noticiário e caso o cenário da última segunda se mantenha, a emissora carioca pode considerar que o editor-chefe do JN não é tão essencial como se imaginava. Vale ressaltar que o âncora recebe um dos maiores salários da Globo, mesmo com o canal passando por um profundo corte de gastos desde 2019.

BONNER BATE O PÉ NA GLOBO E EXIGE CONTINUAR COMO EDITOR-CHEFE DO JN

O jornalista William Bonner, da Globo (Foto: Reprodução)
O jornalista William Bonner, da Globo (Foto: Reprodução)

Atualmente, o âncora do Jornal Nacional é o único contratado da casa que atua como apresentador e editor-chefe de um telejornal que é exibido para todo o Brasil, desbancando até César Tralli, do JH e Renata Lo Prete do JG.

Conforme Flávio Ricco, colunista do Portal R7 informou, após anos repetindo a fórmula de quem apresentava o jornal, também era o editor-chefe do noticiário, a Globo colocou fim a essa “tradição”, sendo Bonner a única exceção para a regra.

A media drástica teria sido tomada justamente para evitar que os âncoras do jornalismo ganhem salários ainda maiores por conta do acumulo de funções. Outra questão seria a “dependência” de concentrar um telejornal à nível nacional em uma única figura.

Em sua última renovação de contrato, sacramentada no ano passado, William Bonner bateu o pé e exigiu que continuasse ocupando a mesma posição dos últimos 20 anos. Para se ter uma ideia da influencia do veterano, ele é subordinado apenas de Ali Kamel, chefão do jornalismo do Grupo Globo.

VÍDEO YOUTUBE: Guerra de Sonia Abrão e Catía Fonseca explode "Falsa"

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários