Destaque Em Destaque Espaço Crítico Exclusivo Notícias Notícias da Televisão TV Foco TV Paga

Carisma de Ivete Sangalo e visual de Anitta marcam o Prêmio Multishow 2014; saiba tudo o que aconteceu

Ivete Sangalo, Didi Wagner, Tatá Werneck e Paulo Gustavo comandaram o Prêmio Multishow 2014 (Foto: Thiago Facina/ Multishow)
Ivete Sangalo, Didi Wagner, Tatá Werneck e Paulo Gustavo comandaram o Prêmio Multishow 2014 na noite da última terça-feira (Foto: Thiago Facina/ Multishow)

Na noite desta terça-feira (28), aconteceu na Arena da Barra, zona oeste da capital carioca, o Prêmio Multishow 2014, que fez uma homenagem aos gêneros musicais populares nos anos 90 e que permanecem até hoje no dia a dia dos brasileiros. No “aquecimento”, a partir das 22h, Titi Müller, Dani Monteiro e Marcus Majella participaram da cobertura através de flashes ao vivo ao lado dos artistas que chegavam ao local e ficaram responsáveis por prender o público até o início da premiação.

Entrada a caráter

De forma bizarra, Samantha Schmütz chegou ao local em uma limousine luxuosa e em seguida os apresentadores Paulo Gustavo, Tatá Werneck, Didi Wagner e Ivete Sangalo vieram desceram de um veículo popular e perseguiram a pequena comediante que ameaçava “ocupar” o local da cantora baiana durante a premiação. Com essa turma, não poderia faltar esse momento descontraído.

Números musicais

Afastando qualquer tipo de preconceito, o show promoveu um grande mix ao vivo que iniciou com o funk dos cantores MC Guimê com Na Pista Eu Arraso, Cidinho & Doca cantaram o Rap da Felicidade, considerado o hino da população desfavorecida socialmente e Buchecha, que relembrou a romântica Só Love. Em seguida, MC Marcinho fez a plateia cantar o hit Glamurosa e DJ Marlboro trouxe um pout-pourri de músicas populares da década de 90.

Fenômeno do momento, Anitta finalizou o bloco dedicado ao funk com a dançante Blá Blá Blá, mas outro detalhe chamou mais atenção. Muito mais atenção… A morena apostou em um visual extremamente ousado que dividiu opiniões na internet. O look composto por maiô transparente, dreadlocks no cabelo e jaqueta de couro foram inspirados em Christina Aguilera na fase de Dirrty, clipe lançado em 2003. A atmosfera foi impulsionada com os movimentos sensuais, beirando o erotismo explícito. Como sempre, os internautas não perdoaram e a cantora – pela milésima vez – virou alvo de comparações, até mesmo com o personagem Predador (Predator 2).

Você aprova o visual?

Anitta se inspira em Christina Aguilera para compor visual para o Prêmio Multishow 2014 e vira assunto na internet (Foto: André Bittencourt/ Multishow)

No bloco de pop/rock, a Banda Panamericana introduziu a série de clássicos com Meninos e Meninas, do grupo Legião Urbana, e Vanessa da Mata cantou Apenas Mais Uma de Amor, de Lulu Santos. Thiaguinho deu seguimento ao clima romântico com Beija Eu, originalmente de Marisa Monte, e Pitty trouxe a sua identidade na música Malandragem, escrita por Cazuza e Roberto Frejat, mas que ficou reconhecida pela voz de Cássia Eller.

Entre veteranos e novos talentos, o sertanejo ganhou o palco da atração por Luan Santana e sua legião de fãs que gritava e cantava em coro com Tudo Que Você Quiser. Jurado do programa The Voice Brasil, Daniel marcou presença com Estou Apaixonado e a dupla Bruno & Marrone relembrou o clássico Dormi na Praça. Os tradicionais Zezé Di Camargo & Luciano trouxeram Você Vai Ver, e – aproveitando a temática da música – foi visível a falta de potência vocal de Zezé durante as notas mais altas, às vezes até rouco – esse detalhe gera comentários há um certo período. Seria fim de carreira?

Teve também Balada com muito “tchêtchêrêrê” de Gusttavo Lima, que estava bem simpático como de costume. Ao final do número, o grupo juntou-se para cantar “a música preferida da Tatá Werneck”, segundo Luciano. Evidências ganhou novas interpretações do grupo de ouro e com certeza Chitãozinho e Chororó assistiram orgulhosos, afinal o time representou muito bem o cenário sertanejo da atualidade.

Luan Santana garantiu dois prêmios, incluindo o de Melhor Clipe TVZ (Foto: Thiago Facina/ Multishow)
Luan Santana garantiu dois prêmios, incluindo o de Melhor Clipe TVZ (Foto: Thiago Facina/ Multishow)

O axé foi comandado por Ivete Sangalo, acompanhada de Daniela Mercury, Léo Santana, Psirico, Terra Samba, e o grupo É o Tchan, com os hits Beleza Rara, O Canto da Cidade e Lepo Lepo. Para a festa ficar completa, só faltou o trio elétrico de Salvador. Houve também um encontro de gerações diferentes do Rap, com Emicida de Levanta e Anda, BNegão com o Funk Até o Caroço, além da dupla Negra Li e Gabriel, o pensador interpretando Cachimbo da Paz. Projota ainda apareceu com a música Mulher, e recebeu muitos aplausos e gritos eufóricos ao fina da apresentação.

Entre os destaques da noite, teve a homenagem feita para o grupo Mamonas Assassinas. Lucas Silveira, conhecido pelo trabalho na banda Fresno, trouxe Sabão Crá-Crá e Uma Arlinda Mulher. Dinho Ouro Preto liberou uma pegada mais forte em Sábado de Sol e até perdeu o tempo da letra em Vira-Vira. Digão, do Raimundos, deixou as suas marcas em Mundo Animal.

O melhor do bloco foi a aparição surpresa de Tom Cavalcante. Em uma Brasília amarela, o novo contratado do Multishow vestiu-se a caráter e cantou Pelados em Santos, música que ficou eternizada na mente de todos que acompanharam a curta – porém muito bem sucedida – trajetória do grupo. Até hoje não foi possível engolir a tragédia, mas com certeza eles passaram a mensagem deles ainda em vida e influenciaram toda uma geração. Saudades eternas!

Thiago Facina 6
Tom Cavalcante surpreendeu a todos com entrada especial no palco do Prêmio Multishow 2014 e deixou a sua homenagem aos Mamonas Assassinas (Foto: Thiago Facina/ Multishow)

A noite foi encerrada com muito pagode sob comando de Mumuzinho (estreante na premiação), Leandro Lehart (do Art Popular), grupo Raça Negra, Belo, contando ainda com o Molejo que varreu tudo com tradicional Dança da Vassoura. Nessa etapa final, ainda foram interpretadas as canções Curto Circuito, Bombocado, Cigana e Tua Boca.

Erros e problemas técnicos

Ao longo das categorias e números musicais, houve complicações (pode-se considerá-las de pequeno porte) que atrapalharam a dinâmica. Erros de leitura de teleprompter, posicionamento de palco errado em várias ocasiões, “câmeras nervosas” e até mesmo os apresentadores ficaram um pouco desnorteados em alguns momentos. O áudio da produção vazou por instantes, com algumas recomendações técnicas. Alguns tweets na tela apareceram atrasados, com os comentários sobre o cantor anterior ao que estava se apresentando no palco.

Desconsiderando esses detalhes, o Multishow promoveu uma bela festa da música nacional e mostrou que é possível sim investir nesse tipo de evento no país, ainda mais com o fim da tradicional MTV que apresentava anualmente o Video Music Brasil (VMB), reforçando ainda mais a necessidade do canal da Globosat em investir nesse tipo de evento.

Premiação

Os destaques da noite foram Luan Santana e Thiaguinho, ambos com dois títulos cada. O sertanejo levou os troféus de Melhor Música e faturou a categoria de Melhor Clipe TVZ (Tudo Que Você Quiser), categoria nova com votação realizada pelo Twitter. O ex-Exaltasamba recebeu o prêmio de Melhor Cantor e Música Chiclete (Caraca, Muleke!), sendo esse último bastante questionado já que concorreu com Beijinho no Ombro e Lepo Lepo, fortíssimas. Na categoria Experimente, o vencedor foi Sam Alves, vencedor da primeira temporada do The Voice Brasil.

Além do voto público e do júri especializado (composto por críticos, jornalistas, músicos e profissionais da indústria fonográfica), houve também a presença do superjúri.  Nesse grupo, dez personalidades decidiram ao vivo, pela transmissão do Canal Bis, as categorias Artista Revelação, Melhor Disco e Melhor Show, referentes aos novos artistas que estão surgindo no cenário musical. O programa teve enorme repercussão nas redes sociais, como já era esperado, e desde já as expectativas agora direcionam para 2015.

Avaliação de comando

Entre os apresentadores, o destaque é para Ivete Sangalo que, apesar dos erros em alguns momentos, contagiou a todos com o seu carisma típico e recebeu vários elogios. Tatá Werneck foi Tatá Werneck (entenda como algo positivo), já Didi Wagner manteve o seu lado contido e Paulo Gustavo não levou a situação para o lado caricato, como nos seus programas de humor. Bom quarteto!

Confira a lista completa de vencedores:

Voto do público

Experimente: Sam Alves

Melhor Grupo: Sorriso Maroto

Melhor Show: Ivete Sangalo

Melhor Música: Luan Santana – “Tudo Que Você Quiser”

Melhor Cantora: Paula Fernandes

Melhor Cantor: Thiaguinho

Música-chiclete: Thiaguinho – “Caraca, Muleke!”

Superjúri

Artista Revelação: Boogarins

Nova Canção: Mahmundi – “Sentimento”

Melhor Show: Racionais MCs

Melhor Álbum: Banda do Mar – “Banda do Mar”

Júri especializado

Versão do Ano: Alice Caymmi – “Homem” (Original: Caetano Veloso)

Novo Hit: Banda do Mar – “Mais Ninguém”

Melhor Clipe: Bonde do Rolê – “Vida Loka”

Música Compartilhada: Juçara Marçal – “Encarnado”

Votação pelo Twitter

Melhor Clipe TVZ: Luan Santana – “Te Esperando”

Por Marcos Martins (@MarcosMartinsTV)

[tribulant_slideshow gallery_id=”53″]

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIOS

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIOS

site statistics