Catia Fonseca

Catia Fonseca

Catia Fonseca perde o chão com notícia de morte na Band, vai às lágrimas ao vivo e desaba: “Não é justo”

Cátia Fonseca chora ao vivo (Reprodução)
Cátia Fonseca chora ao vivo (Reprodução)

Apresentadora perde o chão ao falar sobre morte de Miguel

Na última edição do “Melhor da Tarde”, da Band, que ocorreu nesta sexta-feira, 08, Cátia Fonseca paralisou o público. Isso porque, ela perdeu a linha ao falar sobre a morte de Miguel.

Em suma, a apresentadora trouxe uma entrevista exclusiva com a mãe da criança, que morreu no dia 2 de junho de 2020, após cair de um prédio, e se emocionou.

Durante o bate-papo, Mirtes Renata Santana revelou que sente muita falta do filho, Miguel, e relatou como eles passavam o dia juntos.

Ao escutar o relato da mulher, Cátia Fonseca perdeu o chão, não segurou às lágrimas e até precisou de um papel para secar seu rosto.

Após a entrevista com Mirtes Renata Santana, a apresentadora da Band desceu o pau no juiz José Renato Bizerra.

Veja também

Isso porque, o juiz solicitou que Mirtes Renata e Marta, mãe e avó de Miguel, sejam investigadas por indícios de maus-tratos, humilhação, racismo e cárcere privado contra a criança.

A solicitação foi feita, com base em depoimentos do processo, na sentença que condenou Sarí, que estava como responsável de Miguel no momento de sua morte.

APRESENTADORA PERDE A LINHA

“Eu não consigo entender, como um juiz é desumano? Desculpa, é o fim da picada. Ele não pode ser considerado um ser humano”, começou Cátia Fonseca ao vivo.

Na sequência, a apresentadora do “Melhor da Tarde” detonou sua ira contra Sarí, que apertou o botão da cobertura e ocasionou a morte de Miguel.

“Ela apertou o botão da cobertura, vai pro inferno. Não dá pra ser educada. Pessoa cruel, vai ser do inferno. Não é justo”, detonou a artista ao vivo.

“To segurando as palavras, que eu ia descer o nível. O juiz é maldito, ele é da vara da criança. Parabéns, que lixo. Você tinha que estar ao lado da criança. Você tem o vídeo”, detonou Cátia Fonseca.

MAIS SOBRE O CASO

Para quem não sabe, Miguel Otávio morreu após cair do 9º andar de um prédio de luxo no Centro do Recife em 2 de junho de 2020. No momento do acidente, ele estava sob os cuidados de Sari, que apertou a cobertura e deixou a criança sozinha no elevador.

VÍDEO YOUTUBE: Ex-funcionária de Xuxa denuncia situação de prostituição

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários