Especiais

Especiais

Há 50 anos, Chitãozinho e Xororó cantam com a alma e ganham cada vez mais o amor de todos por talento e carisma

Chitãozinho e Xororó (Foto: Reprodução)
Chitãozinho e Xororó (Foto: Reprodução)

Chitãozinho e Xororó não medem esforços para cativar cada vez mais os amantes da boa música brasileira

Há 50 anos, os irmãos José Lima Sobrinho e Durval de Lima, mais conhecidos como Chitãozinho e Xororó, deram início a uma caminhada repleta de momentos bons e difíceis, mas, sempre com muito amor e dedicação à música, fato esse que os levou a ostentar o título de ‘reis do sertanejo’.

Apesar do reconhecimento e queridismo do público nos dias de hoje, os dois não se transformaram neste ícone adorado no Brasil e no mundo da noite para o dia. Altos e baixos na indústria fonográfica, apresentações em circos e investimentos do próprio bolso marcaram o início turbulento da carreira dos irmãos nascidos em Astorga, Paraná.

Mas, diante muito empenho e persistência, Chitãozinho e Xororó começaram a colher bons frutos em 1978, com a música ’60 Dias Apaixonado’. Com a canção, a dupla explodiu nos quatro cantos do país e conquistou o primeiro disco de ouro da carreira.

Após dois anos, eles triplicaram as vendas com ‘Amante Amada’, 600 mil cópias, e ganharam disco duplo de platina. Porém, foi com ‘Fio de Cabelo’, de 1982, que os irmãos realmente deram uma reviravolta. A canção chegou a 1,5 milhão de cópias vendidas e aumentou ainda mais o legado deles.

Vale destacar que, bem antes da primeira grande conquista, desde a época que ouviam o pai, seu Marinho, e a mãe, dona Araci, cantando juntos na infância, os irmãos sabiam que a música era uma paixão que corria nas veias. Dessa forma, de tanto observar e admirar, os dois aprenderam todas as letras preferidas dos pais e cantavam as músicas com afinação.

Veja também

PONTAPÉ INICIAL

Xororó fazendo a primeira voz, imitando a mãe, e Chitãozinho mostrando seu talento inegável na segunda, como o pai. No instante que o pai notou a afinação dos pequenos, passou a levá-los para festas juninas e outros eventos da cidade, dando o pontapé inicial para aqueles que se tornariam dois grandes e admiráveis cantores.

ADAPTAÇÃO

Tidos como referência para as novas gerações do sertanejo, a dupla não mede esforços para manter a fidelidade a legião de fãs e cativar cada vez mais os amantes da boa música brasileira. Porém, inovação é um dos princípios primordiais na carreira deles, que buscam acompanhar as maiores novidades e tendências do universo musical, e é claro, sem perder a essência caipira.

CONQUISTAS

Ao longo da carreira recheada de muito sucesso, Chitãozinho e Xororó acumulam mais de 40 milhões de discos vendidos, 38 álbuns inéditos, dez DVDs, quatro prêmios Grammy, centenas de discos de ouro, platina e diamante, diversas turnês, programas de televisão e muitas outras conquistas.

Chitãozinho e Xororó no início da carreia - Foto: Reprodução
Chitãozinho e Xororó no início da carreia – Foto: Reprodução

VÍDEO YOUTUBE: Faustão é cortado na Band e produção tem demissão em massa

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários