CONFIRA

Choro, fim da produção e venda à Fiat: Despedida de montadora colossal e ressurreição das cinzas após anos

25/05/2024 às 7h52

Por: Redação TV Foco
Imagem PreCarregada
Fiat (Foto: Divulgação)

Até venda à Fiat: despedida e ressurreição das cinzas após anos

Hoje em dia sabemos que existem diversas marcas consagradas do ramo de automóveis, como Fiat, Volks, Chevrolet, Toyota e mais, que ganharam a admiração de milhares de brasileiros.

Siga o Tv Foco no Telegram

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Todavia, o que muita gente não faz ideia é que uma das montadoras colossais que já esteve em solo brasileiro, acabou ruindo, tendo que fechar às portas após anos.

Após a grande crise, a montadora foi vendida para a Fiat e teve o encerramento da produção decretado, para a surpresa de muitos.

Estamos falando da Fábrica Nacional de Motores. Para quem não conhece, a empresa iniciou sua trajetória em 1939, quando o coronel Antônio Guedes Muniz propôs a construção de uma fábrica de motores aeronáuticos, segundo informações expostas no Wikipédia.

Siga o Tv Foco no WhatsApp

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Em meados de 1949, a montadora de fato se encontrou, fixando um acordo com a marca italiana Isotta Fraschini, fazendo com que a FNM se tornasse a primeira empresa a fabricar caminhões no Brasil. Dessa forma, não demorou muito para a empresa estrear o D-7.300, modelo de cabine convencional, motor a diesel e capacidade para 7,5 toneladas de carga.

Veja também

Contudo, novamente para a tristeza dos clientes, o sucesso não vingou como esperado e a montadora viu na venda a solução para dar fim aos problemas. Assim, em 1977, a empresa foi repassada à Fiat, que seguiu com a produção por mais 2 anos, fechando às portas da empresa logo em seguida.

Apesar de milhares de caminhões FNM ainda circularem pelo país, a marca deixou de ser usada após a Fiat encerrar a produção dos modelos no ano de 1985. Porém, novamente, a história teve uma grande reviravolta.

O que de fato aconteceu?

De acordo com informações coletadas no Estadão, em 2020 a marca ressurgiu das cinzas e voltou ao cenário nacional. Diferente dos caminhões FNM antigos, esses são elétricos e rodam praticamente sem emitir nenhum ruído, além de não poluírem. No ano de 2021, a FNM Elétricos já tinha recebido mais de 7 mil encomendas dos novos caminhões, de diversas empresas, sendo o lote mais representativo adquirido pela Ambev, onde foram realizados os testes.

caminhões FNM – foto: própria empresa
Logo da Fiat – foto: própria empresa
FNM – foto: reprodução da internet

Quais são os carros mais baratos do Brasil atualmente?

  1. Fiat Mobi: R$ 69.990.
  2. Renault Kwid: R$ 71.190.
  3. Citroën C3: R$ 72.990.
  4. Fiat Argo: R$ 80.990. .
  5. Hyundai HB20: R$ 82.890.
  6. Renault Stepway: R$ 83.990.
  7. Chevrolet Onix: R$ 85.290.
  8. Volkswagen Polo Track: R$ 87.290.

🚨 Desfecho de Huck na Globo após 24 anos + Estrela do SBT sofre h3morragia + Homem diz ser filho de Chrystian   

A redação do site TV Foco é formada por vários profissionais que estão sempre prontos para informar seu público e levar o máximo de informações para ele. Por isso, estamos sempre antenados em tudo que está acontecendo na TV, nas redes sociais, nas festas e em todos os cantos do mundinho dos famosos.Redação TV FOCO publica notícias diariamente sobre o mundo do famosos e também da televisão. Especializado em números sobre a audiência da TV. Para entrar em contato envie um email para: redacao@otvfoco.com.br

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.