William Bonner

William Bonner

“Desde pequeno”, diz Bonner sobre o que passou com o pai, após mais de 40 anos, em relato destruidor: “Caríssimo”

William Bonner
O apresentador William Bonner (Foto: Reprodução / TV Globo)

O apresentador revelou que, depois de tanto tempo, pôde realizar um sonho de infância, alimentado pelo pai

William Bonner surpreendeu os seguidores ao fazer um longo desabafo no Instagram, nesta quarta-feira, dia 6.

Desta vez, o apresentador do Jornal Nacional falou sobre sua fascinação por carros e relembrou suas histórias de infância com o pai, um pediatra que tinha o mesmo nome que ele.

“Alguns me entendem. Outros não. Meu pai, que não era ligado em carros, me contou muitas e muitas vezes que chegava do trabalho exausto, à noite, e, às vezes, precisava me botar no banco de trás da Vemaguet para dar uma volta de carro”, começou dizendo.

“Não sei a origem do meu gosto, minha paixão por automóveis. Não sinto a mesma coisa por motos, nem aviões ou helicópteros. Trens nunca me interessaram. Mas aquela estrutura motorizada sobre 4 pneus era outra conversa”, continuou desabafando o famoso.

“Desde muito pequeno, eu me sentava no banco do motorista do carro do meu pai, na garagem, e viajava ao infinito e além. Mãozinhas na direção, a boca sonorizando a aventura, perdigotos em profusão”, acrescentou.

Veja também

Audiência, Globo, Renata Vasconcellos, William Bonner
William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)

William Bonner diz que pôde realizar sonho após os 50 anos

O apresentador da Globo seguiu com a história. Ele revelou que, depois de conquistar sua fortuna, correu atrás de dois dos modelos que sempre almejou – e não foram nada baratos.

“Quando cheguei à idade de poder dirigir, na década de 1980, existiam 2 carros que me encantavam. Versões esportivas de modelos compactos nacionais. Um tinha um vermelho alaranjado. O outro esportivo que me perturbava os sonhos era de um vermelho puro. E ambos eram absolutamente inacessíveis. Caríssimos”, contou.

“Depois que completei 50 anos, pedi a um negociante de automóveis que achasse um daqueles carros em bom estado. Queria o sonho na minha garagem. Ele achou. Mandei restaurar. Ficou perfeito e me permitiu, a cada volta no carro, retornar aos meus 21 anos”, declarou.

“Há 3 semanas, o outro modelo esportivo, estacionou na minha garagem. O outro sonho dos 20 anos. Conservadíssimo. Meu pai chegou a ter uma outra versão desse carro, menos cara. O painel era parecido, claro. Mas não tinha o volante pequeno, esportivo. Não era o carro do Ayrton. Era o do meu pai”, finalizou o comunicador.

+ “Medo e insegurança”, detona Tadeu Schmidt, após provocar saída de Poliana Abritta e correria no Fantástico

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Assuntos

William Bonner

Quem escreve

Lucas Brito

Lucas Brito é um jornalista recém-formado que ama conversar sobre tudo, mas em especial sobre música, culturas, teorias e boas histórias. Seu maior objetivo é conseguir se tornar um grande comunicador e ter espaço para tratar de assuntos sociais que considera importantes.

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários