Globo

Destaque da Globo, Sob Pressão estreia em alta na Argentina

Sob Pressão conquista boa audiência na Argentina. (Foto: Reprodução)
Sob Pressão conquista boa audiência na Argentina. (Foto: Reprodução)

Conforme informamos, a série Sob Pressão, que é sucesso na Globo, chegou à Argentina. A produção estrelada por Júlio Andrade e Marjorie Estiano estreou no país vizinho no último dia 1º, e já debutou em alta.

Segundo informações do colunista Ancelmo Góis, Sob Pressão, que por lá ganhou o título de Bajo Presión, foi o programa mais visto da Telefe no seu dia de estreia. A atração está sendo exibida no horário nobre do canal, às 21h45.

+ Filme da Netflix choca ao utilizar imagens reais de acidente e é alvo de críticas

A série é fruto do longa-metragem de Andrucha Waddington de mesmo nome, e uma coprodução da Globo com a Conspiração Filmes, criada por Luiz Noronha, Claudio Torres e Renato Fagundes a partir de uma ideia original de Mini Kerti, inspirada no livro Sob Pressão – A rotina de guerra de um médico brasileiro, de Marcio Maranhão.

Vale lembrar que a atração já recebeu diversos prêmios internacionais, e também foi licenciada para o Oriente Médio, Equador e Itália. A Globo realiza atualmente as gravações da terceira temporada, que deve marcar o fim da série.

SOB MUITA PRESSÃO

Sob Pressão já é considerada por muitos uma das melhores séries dramáticas produzidas pela Globo. E uma das razões que podem explicar o êxito da atração é o grande envolvimento do elenco, algo que resulta em sequências impactantes, fazendo jus ao próprio título da série. Isso, no entanto, vem provocando um certo desgaste nos atores, incluindo a protagonista, Marjorie Estiano.

Dedicada às gravações da trama há três temporadas — a terceira estreará no ano que vem — , a atriz confessou, em entrevista ao site da colunista Patrícia Kogut, que a produção exige um grande grau de envolvimento, a ponto de fazê-la até sonhar com o hospital que serve de cenário para a trama.

“A realidade de Sob Pressão é a da grande maioria dos brasileiros. Eu vivi essa experiência filmando a série durante todo o ano de 2018 e não aguentaria muito mais do que isso sem intervalo. São sequências bastante pesadas. Acho que agora entendo melhor o distanciamento que alguns médicos desenvolvem em relação aos pacientes. Os profissionais que nós interpretamos são completamente envolvidos com eles. Avaliando o ano, acredito que não fui bem-sucedida nesse desprendimento das cenas. Sonho direto com o hospital, com as emergências”, declarou.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!