Celebridades

Diego Hypolito relata detalhes explícitos de pilha no ânus e choca com história revoltante

O ginasta Diego Hypolito passou por poucas e boas na carreira (Foto: Reprodução)
O ginasta Diego Hypolito passou por poucas e boas na carreira (Foto: Reprodução)

O ginasta Diego Hypolito surpreendeu ao falar em detalhes explícitos sobre o sofrimento que passou ao ter que pegar uma pilha com o ânus na infância

Quem acompanha a história do ginasta Diego Hypolito sabe que ele resolveu abrir o jogo sobre vários detalhes de sua vida pessoal recentemente. Além de assumir sua homossexualidade, o rapaz também revelou que sofreu um verdadeiro terror psicológico por causa de abusos que sofreu na infância por parte de treinadores.

Essa história está contada em detalhes no livro Diego Hypolito: Não existe vitória sem sacrifício. Os trechos inéditos do livro foram revelados pelo jornal Extra e contam com relatos chocantes e explícitos do sofrimento de Diego. “A prova em questão consistia em pegar com o ânus uma pilha besuntada de pasta de dente”, disparou ele.

“O uso da pasta era um requinte de crueldade dessa história toda, porque ela provocava uma grande ardência quando entrava em contato com a área. Depois de pegá-la, deveríamos andar com ela e acertá-la dentro de um tênis que ficava em outro canto da sala”, contou ainda Diego Hypolito, que revelou ter tido uma convulsão a ponto de ser levado para a enfermaria.

O ginasta Diego Hypolito durante participação no programa Altas Horas (Foto: Reprodução)
O ginasta Diego durante participação no programa Altas Horas (Foto: Reprodução)

Outra prova revoltante a que Diego Hypolito foi submetido foi a que ele chama de “caixão da morte”. “O caixote, então, era fechado com a tampa, e aí começava todo o terror. Enquanto alguém se sentava sobre a tampa, para não deixar a gente fugir, outros jogavam água e pó de magnésio lá dentro”, disse o ginasta, que anunciou recentemente a aposentadoria.

“Parecia que eu ia morrer ali dentro. Você tenta prender a respiração para não inalar aquele pó, mas não tem jeito. Uma hora você precisa respirar, senão morre de verdade, sem ar. É como se você estivesse se afogando, sufocado. A sensação era de que aquela tortura nunca ia acabar. Eu ficava muito mal, chorava muito. Era um pesadelo completo”, disse ainda Diego Hypolito.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.