FECHOU AS PORTAS

Dívida astronômica e demissão em massa: Empresa se afunda em crise e exige na Justiça a própria falência


Falência de empresa gigante e demissão de funcionários (Foto: Reprodução/ Internet)

Empresa fechou as portas em meio a crise financeira

A pandemia da Covid-19 acabou provocando uma crise em todo o mundo. Várias empresas se afundaram em dívidas, enquanto outras não aguentaram e precisam fechar as portas. Dessa vez, citaremos um empreendimento gigante do Brasil que entrou com o próprio pedido de falência na Justiça.

Para quem não sabe, estamos falando a respeito Grupo Mobra, uma empresa de segurança e vigilância que estava presente no mercado há mais de 43 anos. O empreendimento ficava localizado em grandes estados como Santa Catarina e Rio Grande do Sul e tinha 2,5 mil funcionários.

Grupo Mobra (Foto: Reprodução / Internet)
Grupo Mobra decretou a própria falência (Foto: Reprodução / Internet)

Para justificar sua situação, o Grupo Mobra mencionou a “concorrência desleal, com preços muito abaixo do mercado” e também os impactos causados pela pandemia, que levaram a empresa a acumular uma dívida insustentável. A autofalência foi decretada em junho de 2023.

Antônio Carlos Coelho, sócio-administrador do Grupo Mobra, lamentou a falência da empresa. “Fizemos o que era humanamente possível fazer para garantir a continuidade da empresa. Os preços praticados pelos concorrentes eram predatórios, inviabilizando a operação”, declarou.

De acordo com informações do Jornal NH, vários dos funcionários que foram demitidos pelo Grupo Mobra afirmaram que não recebiam seus salários há um tempo, até que houve a informação de fechamento. Entretanto, a empresa não culpou apenas a pandemia pelo fim.

Veja também

O Grupo Mobra alegou que nos últimos meses que antecederam o pedido de auofalência, teve seus contratos de prestação de serviço rescindidos com a Caixa Econômica Federal, com a Prefeitura de Porto Alegre, com o Banco do Brasil e com o Banrisul. As dívidas estavam avaliadas em R$ 15 milhões.

“Em mais de quatro décadas, nunca havíamos atrasado os salários. Todo nosso esforço foi pela preservação das atividades e, principalmente, dos mais de 2.500 empregos. Aos colaboradores, familiares, parceiros e amigos, nosso agradecimento por terem sido parte dessa história”, diz a nota.

Mesmo estando há 43 anos no mercado, o Grupo Mobra não resistiu a crise (Reprodução: Internet)
Mesmo estando há 43 anos no mercado, a empresa não resistiu a crise (Reprodução: Internet)

“Muito construímos, inovamos e fizemos a diferença, nos tornando uma das empresas mais tradicionais do setor no país. E nada apagará essa trajetória”, continua. Antes de fechar as portas, o Mobra conseguiu quitar algumas pendências com funcionários e tenta pagar das dívidas com credores.

O que é falência?

A falência está regulamentada na Lei nº 11.101/2005, podendo ser conceituada como o procedimento jurídico que visa o encerramento das atividades empresariais da pessoa jurídica devedora, de forma que os credores sejam devidamente pagos, proporcionalmente ao crédito de cada um ou para que sejam reduzidos ao máximo os prejuízos.

🚨 BBB24: Premonição de Davi + Sensitiva crava desfecho assustador para Cunhã e Matteus + Buda foge da ex    

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Kelly Araújo, formada em Biologia pelo IFCE e atualmente estudo Engenharia de Produção Civil na mesma instituição. Escrevo sobre televisão e o universo dos famosos desde o ano de 2014. Sou apaixonada por falar sobre os bastidores da TV, gosto de acompanhar a vida dos famosos nas redes sociais e amo assistir um reality show de confinamento. Minhas redes são: Email: [email protected]