Colunas

Colunas

Faustão coloca credibilidade em risco e lida com maldições: vale a pena se expor dessa forma?

Faustão na Band tem gritaria nos bastidores
Faustão na Band tem gritaria nos bastidores (Foto: Reprodução/Band)

Na coluna de hoje vamos na analisar se vale a pena todos os riscos que Faustão está correndo na Band, no auge de seus 71 anos

Faustão enfrentou uma série de tragédias desde que estreou na tela da Band, em janeiro deste ano. O ex-Globo lidou com um incêndio nos estúdios do Morumbi na tarde de quinta-feira (7), mas já havia sido contaminado com a Covid-19 e um funcionário recebeu um choque absurdo no início do ano, durante uma gravação.

Assistente por mais de 30 anos de Faustão, Lucimara Parisi deu uma entrevista ao “Sensacional”, da RedeTV!, no ano passado, e falou sobre o que achava do ex-colega ter um programa diário. A veterana avaliou que o famoso estava muito bem na carreira para ter que se expor dessa forma. E fica o questionamento: será que ele precisa de tudo isso mesmo?

Em seu depoimento, Lucimara Parisi, que está há mais de 10 anos sem olhar para a cara de Faustão, contou que a convivência com o ex-patrão vira e mexe gera conflitos. Por ser algo inevitável no ambiente de trabalho com ele, a produtora, que atualmente trabalha com Ratinho, afirmou que o apresentador da Band deveria ter algo semanal.

Os frutos desses possíveis conflitos já começaram a aparecer. Uma série de demissões que partiram dos próprios funcionários, e outras que partiram da direção, começou a acontecer. Sobrou até para a irmã de Faustão, Leonor Corrêa, que abandonou a atração dois meses após a estreia.

De acordo com o Notícias da TV, uma verdadeira crise acontece nos bastidores do “Faustão na Band”. Por estar com a audiência na casa dos quatro pontos em São Paulo, existe a possibilidade do programa deixar de acontecer de forma diária e se tornar semanal. O TV Pop também deu conta da demissão de seis bailarinas: Taís Moraes, Stella Abreu, Sabrina Scherer, Inaê Barros, Késsia Luiza e Tainá Moraes.

Veja também

Faustão conta agora com quatro diretores e três diretores gerais. A irmã dele, por sua vez, decidiu seguir na retomada do núcleo de dramaturgia dentro da Band, de acordo com um comunicado da própria emissora ao Notícias da TV, após a bomba do rompimento entre os irmãs vir à tona.

O apresentador é um dos comunicadores que mais ganham dinheiro na televisão atualmente. Na Globo, ele já era o mais bem pago de todos, com um salário de cerca de R$ 5 milhões por mês, que eram usados para pagar funcionários, bailarinas e para colocar o programa em si no ar.

DIFICULDADES

Na Band, esses lucros são semelhantes, mas sem público a situação fica um pouco mais difícil. O veterano até teve uma boa estreia, mas os números começaram a cair com o passar das edições. Faustão até conta com convidados de peso, como Vera Fischer, Antônio Fagundes e Alcione, mas o foco talvez esteja na internet, onde os episódios são disponibilizados.

RICO E UM ÍCONE

Dono de uma das coberturas mais caras de São Paulo e frequentador assíduo de locais sofisticados no mundo, como Dubai, o veterano certamente não precisa mais correr tantos riscos para solidificar a carreira. O marido de Luciana Cardoso já tem uma trajetória muito bem estabelecida e não tem mais nada para provar para ninguém, no auge de seus 71 anos.

Este texto não representa a opinião do TV Foco.

Faustão e a irmã, Leonor Corrêa (Foto: Reprodução/Band)
Faustão e a irmã, Leonor Corrêa (Foto: Reprodução/Band)

VÍDEO YOUTUBE: Bomba! Globo coloca Sabrina Sato na TV aberta com o NOVO Vídeo Show

Quem escreve

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários