FIM!

Fechamento de 7 fábricas, demissão em massa e adeus: O fim de serviço aclamado da Heineken em país após anos


Placa de alerta, homem chocado e Heineken (Fotos: Reproduções / Canva / Freepik / Site oficial)

Heineken encerrou fábricas após anos em país e demitiu mais de 1 mil funcionários

A Heineken tornou-se uma das maiores empresas de bebidas do mundo. Desde 1984, a marca de cerveja é uma das primeiras opções dos brasileiros.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Porém, mesmo com o sucesso entre inúmeros cidadãos, a marca optou por dar o fim em um serviço aclamado em país após anos.

A decisão ocorreu no ano de 2022. Nesta quinta-feira, 22, iremos recordar os detalhes sobre o fim do serviço.

No ano de 2022, a Heineken decidiu encerrar as sua produção na Rússia após a guerra com a Ucrânia.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a empresa também fechou sete fábricas no país.

Veja também

Heineken geladinha (Foto: Reprodução/ Internet)
Heineken geladinha (Foto: Reprodução/ Internet)

DEMISSÕES

As fábricas da marca de cerveja possuíam cerca de 1,8 mil trabalhadores, que após o fechamento foram demitidos.

A Heineken vendeu as sete fábricas no país por 1 euro, na época, a cotação estava um pouco acima de R$ 5.

A marca de cerveja revelou que teve prejuízo de 330 milhões de euros, cerca de R$ 1,58 bilhões, com a venda.

Dolf van den Brink, presidente da marca, reforçou que a empresa demorou para sair do país em meio a guerra.

“Demorou muito mais do que esperávamos. [Mas] esta transação garante o sustento dos nossos funcionários e permite-nos deixar o país de forma responsável”, disse Dolf van den Brink.

Por conta da guerra, outras marcas também deixaram o país, como o McDonald’s e a Coca-Cola.

Em comunicado, a marca de cervejas também reforçou que estavam desconfortáveis com o governo.

“Em primeiro lugar, não acreditamos que o estado russo ou as pessoas mais próximas dele tenham em mente os melhores interesses do nosso povo.Em segundo lugar, estávamos desconfortáveis ​​com o fato de que o governo poderia se beneficiar da apropriação forçada de grandes ativos empresariais”, finalizou a empresa.

Heineken. Foto: Reprodução/Internet
Heineken. Foto: Reprodução/Internet

Quem é o dono da Heineken no Brasil?

O Grupo Heineken chegou ao Brasil em maio de 2010, após a aquisição da divisão de cerveja do Grupo FEMSA e, em 2017, adquiriu a Brasil Kirin Holding S.A (“Brasil Kirin”), tornando-se o segundo player no mercado brasileiro de cervejas.

Heineken (Foto: Reprodução / Site oficial)
Heineken (Foto: Reprodução / Site oficial)

🚨 Davi troca medicina por programa na TV + Piovani ESCULACHA Neymar + Mion reage a boatos de traiç@o         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Eu sou Giovana Misson, jornalista por formação pela Universidade Mackenzie de São Paulo. Criadora de conteúdo digital e redatora sobre o mundo das celebridades desde 2019. Já trabalhei em assessoria de imprensa, local em que cuidei de marcas de peso e por redações focadas no entretenimento. Sou apaixonada por moda, beleza, música, séries e nunca perco uma fofoca. Faço matérias focadas em programas de televisão e sobre o cotidiano dos famosos, fato curioso é que sou muito fã de Virgínia Fonseca Email: giovana.misson@otvfoco.com.br