Fez História SBT

Fez História #2: Você acha que a “Casa dos Artistas” deveria ter uma nova edição?

fezhistoria
O início do século XXI na televisão brasileira foi marcado pela estreia do programa “Casa dos Artistas”.

Casa-dos-Artistas

Que telespectador não tem curiosidade de saber como vive um famoso? Esse foi um dos fatores que fizeram que o reality show do SBT, fizesse sucesso.

O “Fez História” de hoje vai relembrar o grande sucesso de Silvio Santos.

“Pela primeira vez no Brasil, vocês vão saber tudo sobre os artistas” disse Silvio Santos no dia 28 de outubro de 2001.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UEcCuG_DfKw[/youtube]

Os participantes

A primeira edição da atração trouxe como vencedora a atriz Bárbara Paz.  O  cantor Supla ficou em segundo lugar e a atriz e modelo Maria Alexandre em terceiro.

Alessandra Scatena, Marco Mastronelli, Núbia Ólive, Nana Gouvêa, Taiguara Nazareth, Mateus Carrieri, Alexandre Frota e Patrícia Coelho participaram da primeira temporada, mas foram eliminados. O cantor Leandro Lehart desistiu do reality na segunda semana.

A audiência

A final do programa “Casa dos Artistas” rendeu audiência recorde ao SBT. De acordo com dados do Ibope divulgados no jornal Folha de S. Paulo, a atração comandada por Silvio Santos teve média de 47 pontos, contra apenas 18 da Globo. O pico foi de 55 pontos, enquanto a emissora carioca chegou a registrar 15 pontos durante a exibição do reality show.

Estratégia da Globo

Para tentar amenizar a derrota, a Globo tratou de inserir no “Fantástico”, principal concorrente da Casa, o lançamento de um clipe do CD  de Roberto Carlos e outro de Sandy e Júnior.

Ainda de acordo com os dados publicados na Folha, a emissora carioca não sofria um golpe tão duro desde a década de 70. A partir de sua estreia, no dia 28 de outubro, a Casa dos Artistas vinha derrotando sucessivamente o “Fantástico”, que dominava a audiência dos domingos há 30 anos. De segunda a sexta, porém, a Globo manteve-se na liderança com a bem-sucedida novela “O Clone”.

SBT x Globo: Disputa jurídica

A Globo tentou frear o SBT com processos, justificando que Sílvio Santos havia plagiado o programa holandês Big Brother – o direito do programa foi comprado pela emissora carioca. Assim, a “Casa dos Artistas” chegou a ficar dois dias fora do ar.

Tendo em vista, porém, que a batalha jurídica só aumentava a popularidade da audaciosa atração de Sílvio Santos, a Globo preferiu adiantar a produção de seu Big Brother Brasil, que iria ao ar somente em abril de 2002, para janeiro.

Outras edições

Além da primeira edição, o SBT produziu mais três temporadas. Sendo que nas últimas duas temporadas, houve uma mudança de formato.

A terceira edição A edição trouxe uma mudança de formato: cada participante trazia um fã para competir no programa. Já a quarta edição, a “Casa dos  Artistas” virou uma escola de dramaturgia. O objetivo inicial do programa mudou:  a emissora queria encontrar um protagonista para uma telenovela.

Atualmente

Foto de: Julio Fante

O cenário da “Casa dos Artistas” foi desmontado para a criação dos estúdios do “Festival Sertanejo”, que estreia em junho no SBT.

Interatividade

 


Algumas informações foram pegas do portal Terra, que na época, fez a cobertura completa da primeira temporada da atração.

 

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

Sobre o autor

Redação TV Foco

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO