Fez História Globo Novelas

Fez História: a censura em “Saramandaia”

Quase todos capítulos de “Saramandaia” foram cortados na primeira exibição

Quem assiste hoje a novela “Saramandaia”, de Ricardo Linhares, não pode imaginar as dificuldades que a novela enfrentou quando foi exibida originalmente em 1976. Escrita por Dias Gomes no período da ditadura militar, a primeira versão de “Saramandaia” foi alvo constante da Censura Federal. Dos 160 capítulos que foram ao ar, quase todos sofreram algum corte.

explosão-de-dona-redonda-saramandaia

Quase 400 páginas com ofícios, memorandos, cartas e scripts revelam um pouco a visão do regime e também muitas curiosidades sobre o funcionamento do órgão censor. De acordo com informações do site Memória Globo, quase tudo na novela foi motivo de reclamação: os personagens pouco convencionais, o erotismo, as relações amorosas e, claro, as questões sociais e políticas presentes na trama.

A ação da Censura não se limitou aos aspectos políticos de “Saramandaia”, mas atingiu também as condutas morais dos seus personagens. Muitos cortes da novela estavam relacionados ao uso de palavrões, a cenas de sexo ou a comportamentos considerados desviantes. Os censores pediam que relações amorosas fossem tratadas com discrição e que fossem evitadas imoralidades e práticas de amor livre, assim como situações que envolvessem vícios e violência.

Hoje a classificação indicativa da trama é de 16 anos. Imagina se as cenas quentes da Marcina, personagem da  atriz Chandelly Braz, fossem ao ar naquela época?

 

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;