ADEUS

Sinal desligado em todos os Samsungs: O fim de 3 operadoras de celular grandes como a Claro no Brasil

24/05/2024 às 13h44

Por: Diego Laureano
Imagem PreCarregada
Logo da Samsung e Claro e falência de operadoras de celular (Foto: Reprodução / Canva / Montagem TV Foco)

3 operadoras rivais da Claro deram adeus

Com sinal desligado em todos os Samsungs, 3 operadoras de celular gigantes como a Claro no Brasil, acabaram dando adeus.

Siga o Tv Foco no Telegram

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

O fato é que hoje as operadoras de telefonia exercem uma grande influência entre os consumidores, que vivem conectados o tempo todo.

SAIBA MAIS! Fusão com a Claro e R$3,5 bilhões: O fim de operadora de celular popular com milhões de clientes após anos

Hoje iremos destacar 3 operadoras de celular que decretaram falência, mesmo em um mercado consolidado, que mantém gigantes como a Claro, Vivo e TIM em destaque.

Siga o Tv Foco no WhatsApp

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Algar Telecom Leste foi uma empresa de telefonia celular que atuava na Banda B nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo usando a tecnologia 100% digital TDMA.

Veja também

Ela tinha essa nomenclatura por causa de seu controle acionário fazer parte do Grupo Algar, o mesmo que administra atualmente a Algar Telecom.

Atualmente a ATL pertence a operadora Claro, onde deu adeus como Algar Telecom Leste e faz parte de uma das operadoras gigantes do mundo das telecomunicações.

De acordo com a Revista Época, a sua fundação foi em 1998 e teve o fim de seus serviços no nome antigo em 2003.

Algar Telecom (Foto: Reprodução / Canva)

QUAL FOI A OUTRA OPERADORA DE CELULAR A DAR ADEUS?

Uma operadora de celular promissora também acabou chegando ao fim. Trata-se da Unicel, cujo nome comercial adotado foi Aeiou.

Com um orçamento de R$ 250 milhões e baixo custo, ela prometia ser um modelo de negócio inédito no Brasil, com foco na cidade mais populosa do país.

Segundo informações do portal Pronatec, a Aeiou oferecia chip gratuito a partir da recarga mínima de R$ 20 e funcionava de forma totalmente online. Isso entre 2005 e 2007, época que a internet ainda não era popular, então, foi uma grade novidade.

Então, o usuário poderia acompanhar tudo pelo site da operadora. Além disso, o custo da ligação era de R$ 0,14 por minuto e de R$ 0,63 para outras operadoras e telefones fixos. A ideia era ser uma empresa moderna, jovial e que tinha como intuito oferecer praticidade.

Aeiou, a operadora de baixo custo que deu errado no Brasil (Foto: Divulgação)
Aeiou, a operadora de baixo custo que deu errado no Brasil (Foto: Reprodução / Canva)

Porém, os ventos não sopraram a favor. Em maio de 2011, a Aeiou sofreu um golpe devastador, desaparecendo do cenário das telecomunicações.

Ela deixou para trás uma dívida monumental de mais de R$ 100 milhões de reais, resultado dos leilões da Anatel ocorridos nos anos de 2005 a 2007, dos quais a operadora participou de acordo com informações do portal Valor Econômico.

Ocorre que o mundo empresarial é complexo e a história da Aeiou é um exemplo triste das oscilações do mercado, especialmente em setores competitivos, como o das telecomunicações. Seu rápido sucesso e queda dramática reforçam a importância de uma gestão financeira cautelosa.

Na época, a operadora de celular chegou a ter mais de 20,3 mil assinantes na região metropolitana de São Paulo. Porém, esse número não chegava nem perto da meta anunciada em seu lançamento.

Afinal, em agosto de 2008, José Roberto Melo, presidente da companhia, previu atingir 500 mil assinantes no primeiro ano, cerca de 25 vezes mais do que o que de fato ele conseguiu.

Chip aeiou (Reprodução/Internet)
Chip Aeiou (Foto: Reprodução / Canva)

QUAL FOI A ÚLTIMA OPERADORA DE CELULAR INTERROMPER OS SEUS SERVIÇOS?

Celular CRT foi uma empresa de telefonia móvel subsidiária da Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT) que atuava no estado do Rio Grande do Sul.

De acordo com informações do portal UOL, a CRT foi a única operadora controlada pelo governo estadual.

Inaugurada em 18 de dezembro de 1992 e privatizada em 1996 junto com a sua controladora, sendo vendida a um consórcio liderado pela Telefónica.

Desse modo, em 1998 a Telefónica adquiriu a parte na operadora e depois formou junto com outras operadoras a Telefônica Celular, que em 2003 foi uma das formadoras da Vivo.

Desse modo, a empresa Celular CRT deu adeus, mas foi reformulado sob uma nova gestão e atualmente faz parte de outra gigante, assim como a Claro no Brasil.

Pessoas usando suas internets no celular (Foto: Reprodução/ Internet)
Pessoas usando internet no celular (Foto: Reprodução / Canva)

QUANTOS CLIENTES TEM A CLARO NO BRASIL?

De acordo com informações do site Teletime News, a Claro encerrou o ano de 2023 com 87 milhões de clientes.

Esses números fazem dela uma das maiores ao lado das rivais Vivo e Tim. A líder ainda é a Vivo que tem mais de 100 milhões de clientes ativos no Brasil.

Vale destacar que as três empresas são as mais usadas pelos brasileiros. Ao longo dos anos elas cresceram e ganharam a confiança. Hoje ambas oferecem os mais variados tipos de serviços e comodidades que visam adquirir ainda mais clientes.

🚨 Luto! Ralf sabia que irmão ia morrer + Datena fracassa + Sensitiva crava sobre Silvio   

Autor(a):

Sou formado em Teatro, Produção Audiovisual e Jornalismo e completamente apaixonado por comunicação. Já atuei em emissoras de TV como Assistente de Produção e Redator em portais de entretenimento. Escrevo sobre televisão e seus bastidores, com responsabilidade, clareza, leveza e muito amor desde 2008. Mas a minha realização profissional está no Departamento de Novelas e Realities, no qual faço parte no TV Foco desde 2022. Além de Redator, atuo como Co-Apresentador das Lives do site no YouTube, às terças e sextas-feiras. Minhas redes sociais são: diego.laureano@otvfoco.com.br

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.