FOI POLÊMICO

Fim e rasteira: O fechamento de lojas de rede de eletrodomésticos com funcionários sem pagamentos

18/05/2024 às 9h40

Por: Larissa Caixeta
Imagem PreCarregada
O fim de lojas de rede de eletrodomésticos (Foto: Divulgação)

Uma rede de eletrodomésticos gigantesca fecha loja em cidade e situação geral polêmica, com funcionários ficando até sem pagamentos

O pós-pandemia trouxe consigo uma grande crise financeira em muitos setores. Inclusive, muitos empreendimentos que já não iam bem, acabaram em declínio. Em 2023, a situação de uma grande rede de eletrodomésticos que já não andava bem há anos, piorou bastante, causando até mesmo o fechamento de lojas e inclusive possivelmente dando uma rasteira nos funcionários que ficaram sem pagamentos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

A rede fechou as portas de uma unidade do nada, pegando clientes e funcionários totalmente de surpresa, que não sabiam sobre o fechamento da loja. Além disso, houve rumores de que a rede de eletrodomésticos deixou de pagar funcionários, passando uma rasteira neles e os consumidores ficaram sem saber se iram receber os produtos que compraram na época.

Estamos falando sobre a Eletrosom, a rede de eletrodomésticos mineira que já foi uma das maiores do país, mas, desde 2015, passa por um processo bastante tenso de recuperação judicial. Segundo o portal ‘Marcos Paulo Torres’, a empresa tinha 184 lojas, cerca de três mil funcionários e mais de R$ 200 milhões em dívidas.

Eletrosom (Foto: Reprodução / Internet)
Eletrosom (Foto: Reprodução / Internet)

Em maio de 2023, os funcionários e clientes de uma unidade da rede Eletrosom, em Paracatu, Minas Gerais, encontraram as portas da loja fechadas. De acordo com eles, não houve nenhum aviso sobre o fechamento e a empresa estava incentivando a permanência dos trabalhadores mesmo diante da crise.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Aviso da unidade:

“Informamos a todos que estamos encerrando nossas atividades nesta cidade. Agradecemos pela parceria e confiança durante todos esses anos. Carnês de compras poderão ser pagos através de casas lotéricas ou rede bancária.

Veja também

Dúvidas e reclamações, gentileza entrar em contato nos telefones: Referente a vício de produto 08002852112. Referente a Boleto 08002831121 ou pelo whastsapp (63)984544341. Segunda à Sexta de 8h às 18h, aos sábados das 8h às 12h”, disse o comunicado da empresa.

Comunicado que a Eletrosom emitiu a clientes e funcionários (Foto Reprodução/Facebook)
Comunicado que a Eletrosom emitiu a clientes e funcionários (Foto Reprodução/Facebook)

Além desse aviso, não foi encontrado nenhum outro posicionamento da empresa a respeito dos fechamentos. Contudo, o espaço segue aberto para tal. Além disso, a loja ainda conta com unidades abertas pelo Brasil e o seu portal de vendas também segue funcionando normalmente.

Funcionários sem pagamentos

Segundo informações do portal ‘Montanheza’, uma rádio de Vazante, Minas Gerais, segundo funcionários, na época, houve casos de trabalhadores com os salários atrasados há mais de 60 dias. Além disso, ainda segundo os ex-empregados, foi feito um acordo para o pagamento dos salários em até 15x.

Falência, Eletrosom
Parte dos funcionários foram pegos de surpresa com fim das lojas de eletrodomésticos (Foto: Divulgação)

Além da loja de Paracatu, a rede Eletrosom também fechou outras unidades em outras cidades de Minas Gerais, como em Vazante, João Pinheiro e Patrocínio. Outras 3 lojas, em Campo Grande e no Mato Grosso do Sul, também encerraram as vendas. Em todos os casos, os funcionários receberam o aviso na véspera do fechamento, segundo o informado.

Você conhece a Eletrosom?

A Eletrosom é uma empresa com mais de 4 décadas de história, e se consagrou uma marca tradicional no Brasil, sendo considerada umas das 15 maiores redes varejistas do país. Oferecendo um diversificado mix de produtos, como:

  • móveis;
  • eletrodomésticos;
  • celulares;
  • produtos de informática e muito mais.
Interior de uma loja da rede (Reprodução: Internet)
Interior de uma loja da rede (Reprodução: Internet)

Além de serviços especiais garantidos aos clientes como:

  • garantia estendida;
  • seguros;
  • recargas para celulares;
  • cursos online; e
  • empréstimos.

Quantas empresas pediram falência no Brasil em 2023?

Apenas no primeiro mês de 2023, mais de 70 empresas deram entrada em pedidos de falência, segundo o Serasa Experian. Do total de 72 companhias, 19 são de grande porte, 25 médias e outras 28 são micro e pequenos empreendimentos.

Se comparado o número com os anos anteriores, a diferença é gritante. Em janeiro de 2022, por exemplo, houve 46 pedidos de falência, enquanto em 2021 foram apenas 40 empresas.

🚨 Didi na Globo + Ana Maria explode em indireta contra Global + Funcionária de Davi DETONA ele e irmã 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Prazer, eu sou a Larissa Caixeta e se tem uma coisa que eu amo é escrever sobre os bastidores da TV, e tudo o que acontece pelo mundo. Integro a equipe do TV Foco desde 2023 e falo sobre os mais diversos assuntos por aqui, como famosos, carros, futebol, entre outras curiosidades. Estou sempre antenada aos os últimos acontecimentos e atuo com muito entusiasmo no meu trabalho.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.