Polêmicas

Polêmicas

Grazi Massafera faz revelações chocantes sobre início da carreira na Globo: “Sou uma sobrevivente”

Luciane (Grazi Massafera) e Gledson ( Rafael Ganhem) em cena de "A Lei do Amor" (Foto: Globo/Estevam Avellar)
Luciane (Grazi Massafera) e Gledson ( Rafael Ganhem) em cena de “A Lei do Amor” (Foto: Globo/Estevam Avellar)
Luciane (Grazi Massafera) e Gledson ( Rafael Ganhem) em cena de "A Lei do Amor" (Foto: Globo/Estevam Avellar)
Luciane (Grazi Massafera) e Gledson ( Rafael Ganhem) em cena de “A Lei do Amor”
(Foto: Globo/Estevam Avellar)

Grazi Massafera, que estreou no horário nobre da Globo há dez anos, interpretando a personagem Thelma, na novela “Páginas da Vida”, tendo apenas com experiência concurso de miss e participação no “Big Brother Brasil”, sofreu preconceito e diz que quase desistiu da carreira.

Indicada ao Emmy de melhor atriz pela personagem Larissa, em “Verdades Secretas” (2015), Grazi, que atualmente vive a ex-garota de programa Luciane, na novela das nove “A Lei do Amor”, falou em entrevista a revista Marie Claire, sobre sua trajetória na televisão, os preconceitos e momentos ruins que viveu, e diz que é “uma sobrevivente”.

A atriz contou que não se envergonha de ter iniciado a carreira televisiva no “BBB”. “Não me envergonho de ter começado no ‘Big Brother Brasil’. Sei que muitas meninas querem participar do programa porque sonham trilhar um caminho como o meu. Acho isso tão perigoso… Não sei dizer o que deu certo para mim ali. Talvez porque, apesar dessa minha cara de boazinha, sou um bicho ruim [risos]. Sou muito determinada e corajosa. Um tempo atrás tive
uma crise, quis desistir de ser atriz”, contou ela, que completou: “Não me sentia estimulada porque sempre me escalavam para fazer o mesmo tipo de personagem. Estava tão esgotada de explorar isso… Então fui para a espanha fazer um curso e voltei apaixonada pela profissão. A Globo queria que eu virasse apresentadora do ‘Vídeo Show’, mas não aceitei. Foi então que recebi o convite para fazer ‘Verdades Secretas’. Foi um momento incrível. Agora, com a Luciane, a cobrança é alta. Tento transformar isso a meu favor para que não vire um boicote.”

Sobre o início da carreira como atriz, Grazi disse que sofreu com preconceito por ser ex-BBB e faz relatos chocantes. “Estou há dez anos fazendo novelas e às vezes, em cena, reencontro atores que tentaram puxar meu tapete quando comecei. Em minha primeira cena de choro [em ‘Páginas da Vida’ (2006)], uma colega do elenco ficou atrás do câmera, me encarou e sussurrou: ‘Você não vai conseguir!’. Quando ganhei o troféu de atriz revelação [no prêmio Melhores do Ano do ‘Domingão do Faustão’, em 2006], encontrei um ator veterano nos bastidores e fui cumprimentá-lo. Ele virou a cara e disse: ‘Olha só essa big brother… Em que mundo estamos?’. Já teve ator que disse na minha cara: ‘Não contraceno com ex-BBB’ e, quando tinha diálogos comigo, falava olhando em direção à parede. Houve coisas mais baixas, como quando esconderam um estojo de maquiagem na minha bolsa para me acusar de roubo no camarim. Uma vez encontrei um boneco preto horrível, pintado com tinta vermelha e todo espetado, um vodu mesmo, no meu carro. Só eu sei o que passei… Sou uma sobrevivente!”, revelou a atriz.

Thelma (Grazi Massafera) em "Páginas da Vida" (Foto: Globo/Márcio de Souza)
Thelma (Grazi Massafera) em “Páginas da Vida”
(Foto: Globo/Márcio de Souza)

Sobre o futuro da carreira, Grazi disse que pretende parar cedo: “Faço análise há seis anos e tenho aprendido a buscar o equilíbrio em tudo na minha vida. Existe uma cobrança dos maquiadores, dos diretores e do público para que uma atriz apareça cada vez mais linda e jovem na TV. Vejo mulheres se mutilando, com o rosto todo esticado, e acho triste. Algumas atrizes dizem que querem morrer velhinhas no palco. Eu não! Nos próximos dez anos, pretendo diminuir meu ritmo e ir parando de atuar aos poucos”.

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Faustão é cortado na Band e produção tem demissão em massa

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários