Globo

Gregorio Duvivier ordena invasão em celular de chefe da Globo e emissora dá resposta na lata

O humorista Gregorio Duviviver (Foto: Divulgação)
O humorista Gregorio Duviviver (Foto: Divulgação)

O humorista Gregorio Duvivier foi pego no pulo em mensagens de aplicativo sugerindo o hackeamento de mensagens de chefes da Globo

O mundo político foi bombardeado em meados de 2019 com a divulgação de conversas secretas entre integrantes da Força Tarefa da Lava-Jato e o então juiz federal Sergio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública. O que pouca gente sabe é que os hackers focaram em gente famosa da Globo, incluindo o chefão da emissora. Gregorio Duvivier, humorista do Porta dos Fundos, se envolveu diretamente nessa história.

Isso porque, em conversa direta com um dos hackers envolvidos na “Vaza Jato, Gregorio Duvivier questionou se “tem algo da globo”. O hacker respondeu que pegou bastante conteúdo e Gregorio questionou quem foi o alvo. O hacker surpreendeu ao revelar que hackeou William Bonner, editor-chefe e apresentador do Jornal Nacional.

Foi aí que Gregorio Duvivier enviou uma mensagem que foi entendida como incitação ao hackeamento de chefes da Globo. “Cara os chefões da Globo vale pegar hein”, disse ele. “Me fala nomes kkkk”, pediu o hacker. Gregorio citou o diretor-geral de jornalismo da Globo, Ali Kamel, e o diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder.

Gregorio Duvivier (Foto: Divulgação)

Embora alardeado por Glenn Greenwald que haveriam supostas bombas contra a Globo na Vaza Jato, nada que incriminasse a emissora foi divulgado até aqui e, ao que tudo indica, não será. O canal carioca, inclusive, divulgou uma nota deixando Gregorio Duvivier para julgamento por parte do público.

“Os diálogos revelados no inquérito são claros. O público saberá julgar a atitude de Gregório Duvivier e suas explicações posteriores. Ali Kamel e Carlos Henrique Schroder, citados, preferem guardar para si suas opiniões a respeito”, iniciou a nota da Globo, menos incisiva que outras divulgadas anteriormente.

“Apenas afirmam que se a quebra de sua privacidade tivesse sido levada adiante nada revelaria de desabonador. E nenhum contato com participantes da Operação Lava-Jato”, completa. A emissora carioca é frequentemente alvo de grupos radicais de esquerda por ter divulgado os crimes cometidos pelo ex-presidente Lula.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.