Celebridades

Integrante do The Noite, Roger Moreira fala sobre apoio a Jair Bolsonaro

Roger Moreira apoia o candidato a presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Montagem/Reprodução)
Roger Moreira apoia o candidato a presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Montagem/Reprodução)

Famoso vocalista da banda Ultraje a Rigor e integrante do The Noite, comandado por Danilo Gentili no SBT, Roger Moreira é um dos poucos famosos que deixam o receio de lado e falam abertamente sobre política, chegando a revelar o seu apoio a algum candidato. E no caso do músico, o político no qual deposita sua confiança é o polêmico Jair Bolsonaro, do PSL, que irá disputar as próximas eleições para presidente da república.

Em entrevista ao portal UOL, Roger não se intimidou ao falar sobre Bolsonaro, que sempre divide opiniões por seus discursos fortes, e explicou porque apoia o candidato. “Eu penso o seguinte: o PT teve a chance [de mudar o país] por 13 anos, mas os pobres deixaram de ser pobres? A educação melhorou? Não, piorou; a cultura piorou. Então vamos mudar, e qual é a chance de mudar? Tem que ser um cara do outro lado [opositor], porque todos os outros, tirando talvez o [João] Amoêdo [candidato a presidente pelo Partido Novo], estão do lado de lá. Então é uma questão de lógica, porque eu vou manter esse pessoal?”, declarou o músico. “Eu não quero me casar com o Bolsonaro e nem acho que ele seja o salvador da pátria e que tudo que ele fala é perfeito, mas é a única chance, inclusive de desaparelhar o governo”, completou.

+ Rafael Cardoso publica uma das primeiras fotos com o filho, impressiona fãs com semelhança e repercute

Roger também comentou sobre os bastidores do The Noite, que está em alta na emissora de Silvio Santos. “A gente recebe o roteiro com o nome do convidado, bola o repertório na hora e ensaia tudo. Eu acho o máximo. Sempre gostei de humor, do estilo do David Letterman. Adorava o Paul Shaffer e me baseei nele. Nosso ambiente é muito bom. Todo mundo se dá bem, Danilo, redatores. Não tem disputa de egos. Todo mundo sabe o que tem que fazer”, disse.

Ele ainda revelou que já foi alvo de preconceito pelo fato da banda fazer parte do talk show. “Tem gente que não gosta da gente, por inveja ou qualquer coisa. No começo tinha gente falando que [ser banda de talk show] é coisa de banda decadente, de ex-músico. Não dou a mínima. Só vou parar de ser músico quando parar de tocar. Tenho chance de me desenvolver como músico muito mais ali do que com o Ultraje, porque toco músicas diferentes”, afirmou o músico, que faz parceria com Gentili desde os tempos do Agora é Tarde, na Band.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

PUBLICIDADE

Comentários recentes

CONHEÇA