Agora

Agora

INTERDIÇÃO DA ANVISA: A cerveja amada dos brasileiros barrada por contaminação e a situação hoje

Cerveja foi barrada pela Anvisa (Foto: Reprodução/Internet)
Cerveja foi barrada pela Anvisa (Foto: Reprodução/Internet)

Anvisa barrou cerveja amada por contaminação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é responsável por fiscalizar produtos em todos os seus estágios. Uma vez que analisa, da produção ao armazenamento, para saber ser as empresas estão atendendo aos padrões de qualidade.

E quando uma empresa falha com uma dessas regras, o produto é rapidamente tirado das prateleiras. Como foi o caso de uma cerveja muito querida dos consumidores de todo o Brasil.

Estamos falando da vez que a Anvisa barrou todas as cervejas produzidas pela Backer, que tem sede em Minas Gerais. Segundo informações do G1, em janeiro de 2020, a instituição anunciava a interdição de cervejas cuja data de validade fosse igual ou posterior a agosto de 2020. A decisão se deu após análises comprovarem contaminação. No portal da Anvisa, a instituição expôs mais detalhes.

Cervejas da Backer foram retiradas do mercado pela Anvisa (Foto: Divulgação)
Cervejas da Backer foram retiradas do mercado pela Anvisa (Foto: Divulgação)

“A decisão da Agência veio após uma nova divulgação de análises feitas pelo Ministério da Agricultura, que comprovou a contaminação pelas substâncias monoetilenoglicol e dietilenoglicol em 21 lotes de oito marcas diferentes de cerveja da empresa”, informou a Anvisa no dia 17 de janeiro de 2020.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Além disso, segundo o G1, na época, substâncias proibidas foram encontradas na cerveja Belorizontina, que é vendida como Capixaba no Espírito Santo. Dez mortes por intoxicação após o consumo da cerveja foram confirmadas. Ainda ocorreu de milhares de pessoas ficarem internadas na ocasião.

Veja também

Ainda naquela época, o Ministério da Agricultura havia determinado o recolhimento de todas as cervejas da Backer das prateleiras. Claro que a notícia assustou muitos consumidores que amavam a bebida.

Cerveja causou mortes por intoxicação (Foto: Divulgação)
Cerveja causou mortes por intoxicação (Foto: Divulgação)

COMO ESTÁ A EMPRESA HOJE EM DIA?

Segundo o G1, a responsável pela marca Backer, a Cervejaria Três Lobos Ltda, havia sido liberada para produzir novamente suas bebidas. A decisão foi informada pela empresa em abril de 2022.

No site oficial da empresa, é possível notar todos os produtos disponíveis e ela está operando normalmente, atendendo as normas da Anvisa afim de levar qualidade para a mesa dos consumidores.

Cerveja Backer foi barrada pela Anvisa (Foto: Divulgação)
Cerveja Backer foi barrada pela Anvisa (Foto: Divulgação)

Assuntos

Cerveja

Quem escreve

Larisse Oliveira

Eu sou Larisse Oliveira, sou graduanda em Engenharia Ambiental, pelo Instituto Federal do Ceará. Escrevo sobre o mundo dos famosos desde 2019 e amo cobrir o mundo da televisão, em especial o Programa Silvio Santos, que é meu favorito da TV. Faço matérias aos finais de semana e atualizo o público sobre tudo que está rolando na TV e nas redes sociais dos queridinhos do momento. Email: [email protected]