Celebridades

Celebridades

Joelma fala pela primeira vez sobre suposto abuso sofrido pela filha

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Joelma decidiu falar sobre a filha Natália ter acusado Chimbinha de abuso sexual, quando ela ainda era uma menina. Em entrevista ao jornal O Dia, desta quarta-feira (4), a cantora da Banda Calypso diz que não sabia da história entre a filha e o padrasto.

“Ela desde a adolescência nunca gostou dele, e eu não sabia o motivo. Cheguei a brigar com ela por isso. Ela agiu como muitas meninas e mulheres, que, por fatores psicológicos e emocionais, deixam os assédios guardados, escondidos. Só soube, de fato, o que ocorreu, no momento em que falei pra ela sobre a separação. Parece que foi um alívio. Aí, as coisas começaram a aparecer.”, afirmou.

A cantora garante que perdoou a traição do ex-marido: “Eu o perdoei. Agora só quero ter o direito de seguir minha vida. Perdoar não significa continuar sofrendo. Perdoar é buscar ser feliz e desejar que o outro também seja.”

Sobre a separação, que gerou uma novela para mídia, a cantora comentou: “Não vou perder mais tempo com o que aconteceu no passado. A atual fase da minha vida é o meu foco. São novos contratos, novos shows, novas parcerias e muita disposição para continuar com o ritmo Calypso ainda mais acelerado e quente, botando o Brasil inteiro para dançar. A minha parceria com ele acabou tanto na vida quanto no palco.”

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Treta! Marina Ruy Barbosa manda recado para Bruno Gagliasso: "Hipócrita"

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários