Novelas

NovelasTV Foco

Jurema propõe discussão sobre liberdade de religião

NOjuremaladoaladoCAPA

A prisão de Jurema (Zezeh Barbosa) por causa de sua religião aconteceu em um momento bem oportuno. Nunca, como atualmente, se discutiu a liberdade de religião nas novelas.

Em “Lado a Lado”, Jurema foi presa por causa de sua religião de origem africana. No começo do século XX, período retratado pela novela, era permitido ter a religião que quisesse, porém havia uma lei que impedia a “adivinhação” e o uso de ervas para ludibriar pessoas. Como declarou João Ximenes Braga, um dos autores de “Lado a Lado”, ao site da novela, essa era uma brecha para que as religiões africanas fossem criminalizadas.

Enquanto os personagens na novela lutam pela liberdade religiosa, nossa sociedade atual (que se autodeclara “mais avançada”) continua com as mesmas discussões sobre o assunto. Recentemente, um pastor de uma determinada religião criou uma campanha no Facebook para atacar a microssérie “O Canto da Sereia” só porque a protagonista era bissexual e praticante do candomblé.

Aproveitando o ataque à microssérie, a Record usou o “Domingo Espetacular” para exibir uma grande reportagem atacando a Globo sobre essa questão da religião, e aproveitou a viagem para meter o pau em “Salve Jorge”. Sabemos que a implicância da Igreja Universal com a novela de Gloria Perez é antiga, e o site do bispo dono da Record já chegou a incitar que a novela sobre “temas pagãos” fosse “apedrejada”. Na verdade, ele dizia que os fiéis deveriam ver um programa sobre um religioso de prestígio, no caso a minissérie “Rei Davi”, exibida no mesmo horário. Ou seja, ele transformou a competição por audiência a uma guerra de fés “opostas”.

Veja também

O ponto mais legal de “Lado a Lado”, muito além da história e da pesquisa histórica quase perfeita, é mostrar o quanto somos parecidos com a sociedade brasileira do começo do século passado. Infelizmente

Portal POP – Blog Coisas de Novela – Fábio Garcia

VÍDEO YOUTUBE: Sonia Abrão DETONA Marcos Mion e condena o que ele fez na Globo

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários