Celebridades

CelebridadesRecord

Justiça dá mais um ganho a Íris Bruzzi contra a Record; atriz expõe “pilantragem” da emissora

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Está mais complicada a situação da Record em relação a uma de suas ex-contratadas que a processam. Íris Bruzzi acaba de ganhar, em segunda instância, o processo que movia contra a emissora dos bispos.

A atriz alega que a emissora a “obrigou” a abrir uma empresa para ser contratada, e, dessa forma, burlar a lei trabalhista. A atriz deverá receber uma indenização estimada em R$ 1,5 milhão.

No entanto, vale ressaltar, que a emissora ainda pode recorrer da decisão, mas, segundo o advogado da atriz, Artur Elias Guimarães, há “reduzida possibilidade de êxito” para o canal da Barra Funda.

Antes, em primeira instância, a Record foi condenada a reconhecer Íris Bruzzi como ex-funcionária, anotando registro em sua carteira profissional, e a pagar direitos como 13º salário e férias.

Vale dizer que tantos outros atores, como Cecil Thiré, também processam a emissora de Edir Macedo.

Veja também

Com informações de Daniel Castro.

VÍDEO YOUTUBE: ⚠️ Simaria PROIBE Simone em sua casa e cantora reage

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários