urgente

Leite com formol: As marcas arrancadas do mercado às pressas pela Anvisa, após grave denúncia, e situação atual

03/06/2024 às 9h24

Por: Bianca Rayla
Imagem PreCarregada
Anvisa / Copo de leite - Montagem: TVFOCO

Tudo sobre a proibição da autarquia em marcas famosas de leite

No ano de 2014, uma autuação da Anvisa acabou resultando em algumas marcas famosas de leite arrancadas dos mercados.

Siga o Tv Foco no Telegram

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Dito isso, nesta segunda-feira (3), o TV Foco relembra tudo sobre a situação após a grande denúncia, bem como a situação atual das empresas envolvidas.

Na ocasião, foi retirada de circulação nos Estados do Paraná e São Paulo os leites das marcas Parmalat e Líder, ambas pertencentes a empresa LBR Lácteos.

Segundo informações divulgadas pelo G1, tudo ocorreu devido a denúncias que desencadearam uma operação chamada “Leite Compensado“, afetando oito municípios gaúchos. Vale dizer que as investigações chegaram a levar à prisão, o proprietário de um posto de resfriamento do município de Condor.

Siga o Tv Foco no WhatsApp

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Conforme o MP, 300 mil litros de leite adulterado foram enviados a Guaratinguetá, em São Paulo, e Lobato, no Paraná, e colocados à venda. Ainda de acordo com o MP, transportadores faziam a troca de leite de um caminhão para outro, sem condições de higiene.

Veja também

Na época, a Secretaria de Saúde (Sesa) do Paraná suspendeu a venda dos lotes “Lob 04 D 06:00”, fabricado em 13/02/2014, e “Lob 18 C 04:01”, fabricado em 14/02/2014.

A medida obrigou ainda a LBR, detentora da Parmalat e Líder, a retirar imediatamente do mercado todas as embalagens que poderiam ter sido contaminadas.

Logo depois, o Ministério Público gaúcho levantou a possibilidade de que o leite suspeito poderia ter sido comercializado também no Rio Grande do Sul. O órgão foi procurado por um consumidor de Porto Alegre, que teria comprado o produto em um estabelecimento da capital gaúcha.

De acordo com o portal Exame, a rede Wallmart Brasil também suspendeu a venda dos leites das marcas Líder e Parmalat.

Fora isso, o MP gaúcho notificou a LBR para que a empresa divulgasse os números de todos os lotes que possam ter sido afetados com o leite suspeito.

Posicionamento:

Na ocasião, a LBR também informou que possuia um controle de qualidade interno e que submeteu todo o leite recebido pelo posto de resfriamento suspeito a um controle de qualidade e não encontrou nenhum tipo de contaminação.

A empresa também afirmou que possui laudos de órgãos oficiais e particulares que atestam a qualidade do lote recebido. Mesmo assim, a LBR afirma ter optado por manter o produto estocado e à disposição das autoridades para novas análises.

De acordo com o G1, a LBR Lácteos , proprietária das marcas de leite Líder e Parmalat, divulgou uma nota no dia 19 de março de 2023, alertando os consumidores sobre os lotes suspeitos de contaminação* por formol, após a investigação mencionada acima fazer as devidas constatações.

Os lotes eram: Leite UHT integral marca Parmalat – Produzido em Guaratinguetá/SP entre 22h00 de 13/02/2014 e 06h45 de 14/02/2014, comercializado no Estado de São Paulo e Leite UHT integral marca Líder – Produzido em Lobato/PR entre às 05h05 e 07h43 de 13/02/2014, e de 00h00 até 05h25 de 14/03/2014, comercializado no Estado do Paraná.

Ainda de acordo com a LBR, após receber a notificação do MP sobre a possibilidade de contaminação, no início do mês de fevereiro de 2014, a empresa recolheu todas as embalagens que poderiam ter sido afetadas

Mesmo assim, a recomendação dada era de que, se algum consumidor tivesse comprado as embalagens, entrasse em contato imediatamente com o  Atendimento ao Consumidor (SAC) pelo telefone 0800-011-2222 ou por e-mail.

Caixas de leite Parmalat- Foto Internet
Caixas de leite Parmalat- Foto Internet

Veja o posicionamento na íntegra:

A LBR Lácteos Brasil S/A, em relação às notícias divulgadas pela imprensa sobre a fraude do leite no Estado do Rio Grande do Sul informa que:

1)    O leite cru utilizado para a fabricação de leite UHT das marcas Parmalat e Líder foi submetido a testes pela LBR e analisado por laboratórios credenciados pelo Ministério da Agricultura (MAPA). Todas as 13 análises realizadas, incluindo testes do MAPA, apresentaram resultado NEGATIVO para a presença de formaldeído, não oferecendo, portanto, qualquer risco à saúde e sendo considerados próprios para o consumo.

2)    Em 25/02/2014, a LBR foi comunicada pelo Ministério da Agricultura sobre a possível contaminação de lote de leite cru adquirido de fornecedor no Rio Grande do Sul, em 10/02/2014. Feita a rastreabilidade do produto, a empresa prontamente providenciou, em carácter preventivo, o recolhimento desses lotes junto a seus clientes.

3)    Dado o compromisso da empresa com a qualidade dos seus produtos e o respeito aos consumidores, esclarecemos que os clientes que porventura ainda detiverem os produtos identificados abaixo pela data e pelo lote de fabricação, poderão entrar em contato com nosso Serviço de Atendimento aos Consumidores – SAC, pelo telefone 0800 011 2222 ou pelo e-mail sac@lbr-lacteosbrasil.com.br, para esclarecimento ou solicitação de troca ou devolução de produtos, sem qualquer ônus.

Leite UHT integral marca Parmalat – Produzido em Guaratinguetá/SP entre 22h00 de 13/02/2014 e 06h45 de 14/02/2014, comercializado no Estado de São Paulo.
Leite UHT integral marca Líder – Produzido em Lobato/PR entre às 05h05 e 07h43 de 13/02/2014, e de 00h00 até 05h25 de 14/03/2014, comercializado no Estado do Paraná.

4)    Finalmente, a LBR ressalta seu compromisso com a qualidade de seus produtos e reitera que possui os mais rigorosos padrões de segurança alimentar. Além da análise em 100% da matéria-prima recebida, a empresa realiza análise de todos os lotes de produtos acabados, assegurando que seus consumidores tenham à sua disposição produtos seguros e de altíssima qualidade.

Anvisa fiscaliza todos os produtos (Reprodução: Anvisa/Divulgação)
Anvisa fiscaliza todos os produtos (Reprodução: Anvisa/Divulgação)

Com base em pesquisas nos principais mercados e sites de e commerce, tanto a Líder como a Parmalat continuam sendo comercializadas, mostrando assim que a situação foi devidamente resolvida.

Como fazer uma denúncia a Anvisa?

Para fazer uma denúncia a Anvisa é preciso preencher o formulário eletrônico descrevendo o fato e detalhar as informações, a fim de possibilitar a apuração da denúncia.

A denúncia, quando possível, dever conter fotos ou materiais que possam demonstrar os fatos relatados.

🚨 Desfecho de Huck na Globo após 24 anos + Estrela do SBT sofre h3morragia + Homem diz ser filho de Chrystian   

Autor(a):

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração.Meu e-mail é: bianca.rayla@otvfoco.com.br Minhas redes sociais são:

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.