TV Foco

Mais uma sobre Tiririca e as eleições

http://www.pernambucoeventos.com.br/images/tiririca_deputado.jpg
Autor: Thicovski, Meus 2 centavos

Será que Tiririca, mesmo sem ser eleito (ainda), já vem promovendo revoluções em nosso cenário político? Não, também não é pra tanto. Ou será?

Os vídeos da propaganda eleitoral do humorista, candidato a deputado federal, estão entre os mais vistos no YouTube, e tema de matérias inflamadas (essa aqui é só mais uma) de jornalistas mais conservadores. Razoável a repercussão, já que Tiririca é um dos mais engraçados e talentosos em seu ramo. É um personagem extremamente original, que não sabe absolutamente nada sobre política. Francisco Everardo Oliveira Silva, o homem por trás de todas as gargalhadas, também não. A única diferença entre eles é que o Tiririca assume publicamente a ignorância, Everardo não. Sobre seus projetos, ele se limita a dizer que quer “fazer algo pelo Nordeste” (embora esteja concorrendo por São Paulo). O que seria esse “algo”, a menos que eu esteja muito enganado, nem Everardo nem Tiririca têm conhecimento do que seja.

Tudo isso pra dizer que o humor é, ou se tornou, algo intrínseco à política brasileira. Os próprios políticos criam piadas sobre si mesmos, apesar de que algumas delas são sérias e sem a menor graça – nem por isso menos patético. E o Tiririca, deve ser crucificado pela sua campanha? Não! Apenas o tomamos como exemplo, por ser um dos mais famosos. Isso tudo vem de antes dele, o coitado não inventou nada (e “pior do que tá não fica…”).

Como privar os programas de rádio e TV de uma das épocas mais férteis de piadas? Fazer humor não é fácil. No período de eleições, as ironias, as paródias, as imitações, são ferramentas eficientes para fazer o telespectador rir, de tudo. Pode não parecer, mas ajuda a refletir. E mesmo assim quiseram proibir que fossem feitas chacotas sobre os políticos no período eleitoral! Logo agora?

Os humoristas foram às ruas, gritaram contra a censura, e no final das contas, o Supremo Tribunal Federal entendeu que realmente há que se pensar melhor no assunto e, sob efeito de liminar (e por isso mesmo, provisório), as piadas estão liberadas até que o assunto seja novamente discutido.

Rigorosamente, só o que vai mudar é que os programas do gênero poderão pegar o bonde andando, porque a palhaçada não parou por causa de nenhuma lei eleitoral. Vão chegar atrasados porque Tiririca e seus amigos já estão lá, matando muita gente de rir.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco