Notícias

Bastidores da TVNotícias

Morte do padrasto “colabora” para isolamento do jornalista William Waack

O apresentador William Waack no comando do Jornal da Globo (Foto: Reprodução/Globo)
O apresentador William Waack no comando do Jornal da Globo (Foto: Reprodução/Globo)
O jornalista William Waack (Foto: Reprodução/Globo)
O jornalista William Waack (Foto: Reprodução/Globo)

O jornalista William Waack segue afastado de suas funções na Rede Globo. Conforme já adiantamos aqui no TV Foco, ele está isolado em um sítio que herdou da mãe em Jundiaí. Não responde e-mails, ligações ou mensagens.

Renata Lo Prete segue atualmente como substituta, até que outro apresentador seja escolhido para a vaga no Jornal da Globo. O fato mesmo é que Waack não voltará mais ao posto, mas a emissora quer outro âncora homem na bancada e por conta disso os nomes de Rodrigo Bocardi, César Tralli e Roberto Kovalick vêm sendo discutidos e cogitados.

Netos de Edir Macedo se pronunciam sobre reportagem investigativa: “Não é justo o que estão fazendo com a gente”

Para quem não sabe, William gravava uma entrevista para o telejornal da madrugada na Globo e, incomodado com o barulho do lado de fora do estúdio, pediu silêncio, dizendo que aquilo só podia ser “coisa de preto”. O episódio ocorreu durante as eleições americanas, mas só vazou no início de novembro desse ano.

Um outro fato que está “colaborando” para o isolamento do jornalista é a morte do padrasto, o homem que o criou. Oliveiros Ferreira faleceu no finalzinho de novembro e foi diretor de redação por muito tempo do Estadão. Também professor da USP, Oliveiros teve o seu óbito em Campinas, São Paulo. Informações do programa Balanço Geral SP.

Veja também

DIRETOR FALA DE AFASTAMENTO DE WILLIAM WAACK

O jornalista William Waack segue afastado de suas funções na Globo. Um vídeo onde ele tem uma atitude preconceituosa vazou e a direção da emissora decidiu, no mesmo dia, o colocar na geladeira. A direção do canal abomina qualquer ato que vá contra os princípios e norma da emissora.

“A Globo tem uma missão, que está escrita há muito tempo, um compromisso que ela assumiu como empresa. De respeitar a diversidade, o talento, essa tremenda cor brasileira. Para ser respeitoso com o que você é e com o que pretende ser, tem que doer quando precisa doer”, afirmou Sergio Valente, em entrevista exclusiva para o jornalista Daniel Castro.

Para o diretor não há diferença se esse profissional é maior e mais conceituado que o outro, o que interessa é a punição caso haja algo que contrarie a moral e os bons costumes. Além de Waack, por racismo, o ator José Mayer também segue afastado após ser acusado de assédio sexual.

“Tudo o que a emissora faz está alinhado com a rota de onde a gente quer chegar. A gente quer ser maior, muito melhor, um ambiente onde as pessoas se encontram, um lugar que traga as pessoas, onde os talentos queiram trabalhar. E a gente só vai conseguir isso sendo respeitoso”, declarou Valente.

VÍDEO YOUTUBE: ⚠️ Simaria PROIBE Simone em sua casa e cantora reage

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários