Celebridades

Naldo Benny é condenado a 4 meses de prisão após agredir Moranguinho

Ellen Cardoso e Naldo Benny (Foto: Reprodução
Ellen Cardoso e Naldo Benny (Foto: Reprodução)

Uma notícia nada boa acaba de chegar para o cantor Naldo Benny. A justiça decidiu condenar o cantor a 4 meses de prisão após ele agredir Ellen Cardoso, mais conhecida como Mulher Moranguinho. Segundo informa o Jornal Extra, a sentença foi atribuída no dia 30 de maio pela juíza Ana Paula Melduque Migueis Laviola, do 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá.

Naldo recebeu pena mínima pelos dois crimes aos quais foi condenado – lesão corporal decorrente de violência e ameaça. Apesar da pena de 4 meses, o cantor não terá que cumprir, já que foi concedido ao artista o benefício de suspensão condicional da pena por dois anos mediante o cumprimento de alguns requisitos, como a “participação em grupo reflexivo para homens, nas situações de violência doméstica e familiar contra a mulher”. Durante esse período, se o cantor descumprir o que foi imposto, poderá ter de cumprir a pena.

Naldo chora em vídeo e pede perdão à mulher Foto: Reprodução
Naldo chora em vídeo e pede perdão à mulher Foto: Reprodução

O benefício da suspensão condicional da pena é concedido a pessoas que tenham recebido condenação de menos de dois anos de detenção que não sejam reincidentes. De acordo com a denúncia do Ministério Público estadual, em 2 de dezembro do ano passado, por volta das 11h30, Naldo, após pegar o telefone de Ellen, iniciou uma discussão com a mulher. De acordo com o documento, ele xingou e agrediu a vítima com “socos, tapas, puxões de cabelo e com um golpe dado com uma garrafa”. Moranguinho ainda foi ameaçada de morte pelo marido. Para quem não se lembra, naquela época a justiça chegou a conceder a famosa medida protetiva para Moranguinho. Meses depois, ela resolveu perdoar Naldo e hoje os dois vivem o casamento normalmente.

+ Famoso apresentador da Band revela que não usa cueca e abre o jogo sobre doença: “tive 8 crises”

Outra notícia importante envolvendo Naldo é que em abril deste ano, ele conseguiu outro benefício da justiça pelo crime de porte ilegal de arma. Na época quando Moranguinho veio a público declarar que o marido havia batido nela, aproveitou para avisar à Polícia que o artista possuía um revólver em casa. A justiça não só não condenou o cantor a prisão como suspendeu o processo, o que pode acontecer nestes casos, quando a pena é inferior a um ano. A única punição neste caso para Naldo é que ele não poderá deixar a cidade onde reside pelos próximos 30 dias, já que terá que comparecer mensalmente em juízo.

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Aaron Tura

Aaron Tura é um jornalista, paulista que ama o mundo da televisão e seus afins. Ligado nas novidades da telinha, fundou o TV FOCO em 2006 com o propósito de trocar opiniões e informações!